Uíge: Professor confirma casos de favores sexuais em troca de boas notas

Professor confirma casos de favores sexuais em troca de boas notas
Estudantes universitários estão preocupados com o índice elevado de corrupção no ensino geral e superior na província angolana do Uíge.

Em declarações à VOA, vários alunos disseram que a corrupção envolve não só o pagamento para boas notas e entrada nas vagas existentes, como favores sexuais.

“Corrupção não envolve só dinheiro”, disse um dos entrevistados que preferiu o anonimato por recear represálias.

O professor universitário Pacheco Alberto confirmou existir corrupção nas duas universidades existentes na província do Uíge.

“Sim, a corrupção existe, pois há professores que levam alunas para as fazendas e se elas negarem são reprovadas”, garantiu.

A mesma fonte garantiu ter “várias denúncias que não posso mencionar o nome, e há casos de alunos que pagam dinheiro para aprovar, tanto no ISED como no Kimpavita”. (Voa)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »