Suspeito de espionar para a CIA, russo é preso em Moscovo

Um cidadão russo foi preso no fim do mês passado pelo suposto crime de alta traição, dizem as autoridades locais.

O suspeito, chamado Alexei Zhitnuk, foi preso sob as ordens de um tribunal de Moscou, acusado de cometer um grande crime de traição, disse a porta-voz do tribunal, Ekaterina Krasnova, à Sputnik.

A decisão sobre sua prisão foi tomada em 30 de novembro, mas foi divulgada apenas nesta terça-feira. O caso é considerado “estritamente secreto”, por isso seus detalhes não foram tornados públicos.

Zhitnuk teria dado informações secretas relacionadas à Marinha russa à Agência Central de Inteligência dos EUA (CIA, na sigla em inglês), de acordo com a mídia russa.

“A provisão judicial datada de 30 de novembro escolheu como medida contra o cidadão Alexei Zhitnuk a detenção preventiva até 29 de janeiro. A defesa já apelou dessa decisão, mas ainda não foi marcada o dia em que o recurso será analisado pelo Tribunal de Moscou”, afirmou a mesma porta-voz da Corte. (Sputnik)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »