Sonangol investiga “possíveis desvios” de fundos por parte da administração de Isabel dos Santos

A Sonangol criou uma comissão de inquérito para investigar “possíveis desvios” de fundos por parte da anterior administração, liderada pela empresária Isabel dos Santos, informou o porta-voz da petrolífera nacional, Mateus Cristóvão.

As notícias sobre alegadas transferências de milhões de dólares da Sonangol para investimentos privados de Isabel dos Santos, durante o período em que a empresária presidiu à petrolífera nacional, tiveram eco na companhia estatal.

“Criámos uma comissão de inquérito interna para investigar a informação publicada”, disse o porta-voz da petrolífera nacional, Mateus Cristóvão, citado pela agência noticiosa AFP.

O responsável acrescenta que, por enquanto, a Sonangol não pode adiantar mais dados.

“Estamos a verificar a existência de possíveis desvios, mas ainda não posso confirmar nada”, apontou o porta-voz.

Na base das diligências surgem várias notícias publicadas nos últimos dias sobre supostas transferências de milhões de dólares da Sonangol para investimentos privados da empresária.

As alegações levaram Isabel dos Santos a emitir um comunicado na passada terça-feira, 19, no qual não só desmente as acusações, como se diz alvo de uma campanha de difamação. A empresa nega, por exemplo, que tenha sido contactada pela actual administração para prestar esclarecimentos.

Segundo a AFP, na terça-feira à tarde o Ministério Público ainda não tinha recebido nenhuma queixa formal referente a este acaso. (Novo Jornal Online)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »