Senadora Gillibrand chama publicação de Trump no Twitter de “difamação sexista”

A senadora norte-americana Kirster Gillibrand respondeu ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, nesta terça-feira e disse que não será silenciada após ele atacá-la no Twitter por ter pedido uma investigação sobre as acusações de assédio sexual e conduta inapropriada contra ele.

Seis senadores norte-americanos, incluindo Gillibrand, disseram que Trump deve renunciar.

Trump criticou fortemente Gillibrand no Twitter na terça-feira dizendo “A leve senadora Kirsten Gillibrand, uma total subordinada de Chuck Schumer e alguém que vinha ao meu escritório ‘implorando’ por contribuições de campanha há não muito tempo (e que faria qualquer coisa por elas), está agora no ring lutando contra Trump.” Schumer é líder democrata no Senado.

Gillibrand, cujo nome tem sido lançado como possível candidata democrata à presidência dos EUA em 2020, disse que não iria recuar.

“Foi uma difamação sexista tentando silenciar a minha voz, e eu não serei silenciada sobre esta questão”, disse ela a jornalistas em coletiva de imprensa.

Trump não respondeu a uma pergunta de jornalista em evento na Casa Branca mais tarde na terça-feira quando perguntado o que quis dizer com o tweet.

A porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, que ouviu que algumas pessoas haviam pensado que o tuíte de Trump continha insinuação sexual, disse “Apenas se sua mente está na sarjeta você leria dessa forma… está obviamente falando sobre jogos políticos partidários que as pessoas normalmente jogam e o sistema falido.”

Sanders disse em coletiva de imprensa da Casa Branca que Trump já usou anteriormente linguagem semelhante para se referir a homens de ambos os partidos.

Outros deputados democratas reuniram-se atrás de Gillibrand, incluindo a senadora norte-americana Elizabeth Warren, outra possível candidada presidencial para 2020.

Em tuíte direcionado à Trump, Warren escreveu na terça-feira, “Você realmente está tentando fazer bully, intimidar e envergonhar a @SenGillibrand? Você sabe quem está pegando para briga? Boa sorte com isso, @realDonaldTrump. No entanto, #shepersisted.” (Reuters)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »