Realçado nível crescimento do Exército

O aumento do nível académico, da preparação operativa e combativa do efectivo do Exército Nacional foi realçado, domingo, na província do Huambo, pelo 2º comandante da Região Militar Centro (RMC), brigadeiro Francisco William, por permitir o crescimento desse ramo das Forças Armadas Angolanas (FAA).

Francisco William fez esse pronunciamento quando discursava no acto comemorativo do 26º aniversário deste ramo das FAA, tendo ressaltado que além do tradicional papel de defensor da inviolabilidade da soberania nacional, o Exército Nacional tem se envolvido em acções de manutenção da paz, no quadro da Organização das Nações Unidas (ONU), União Africana (UA), SADC e outras organizações.

Estas conquistas, de acordo com o oficial, devem-se ao facto da formação do efectivo e quadros nas diferentes áreas do saber castrense estarem no centro das atenções do Exército, visando o cumprimento com brio do seu papel de garante da integridade territorial.

O brigadeiro Francisco William sublinhou que o sucesso desta transformação é proporcionado pela preparação operativa, combativa e educativo-patriótica do efectivo, através de um adequado adestramento da tropa.

Deste modo, destacou que a elevação dos níveis de prontidão combativa do efectivo colocado na RMC, que engloba as províncias do Huambo, Bié, Benguela e Cuanza Sul, deve resultar do protagonismo patriótico que se requer dos comandantes e chefes, para que a qualquer momento esteja à altura de defender as liberdades democráticas e a soberania nacional.

O acto, decorrido no quartel-general da Região Militar Centro, no bairro Santo António, arredores da cidade do Huambo, ficou marcado, além da integração do Estandarte Nacional e do desfile das tropas em parada, com a condecoração, pelos consultores russo, de alguns oficiais do Exército.

Trata-se do comandante adjunto para Educação Patriótica, brigadeiro Mário da Silva, dos chefes das repartições de Logística, coronel Pompeu Rego, da Defesa Anti-Aérea, coronel Sungo Tela, e do seu adjunto, tenente-coronel Jacob Cameia, bem como do comandante da Unidade de Apoio, tenente-coronel Álvaro Leonardo “Varito”. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »