Presidente saúda tropas da SADC

Uma mensagem de felicitação e exortação do Presidente angolano, João Lourenço, por ocasião da quadra festiva, que se avizinha, foi transmitida quinta-feira aos efectivos angolanos da Missão de Prevenção da SADC para o Lesotho (SAPMIL).

A mensagem do Presidente João Lourenço foi transmitida em Maseru pelo ministro da Defesa Nacional, Salviano Sequeira, que se encontra, desde quinta-feira, em visita ao Lesotho, para manter contacto com a tropa angolana neste país.

“Exorto-vos a cumprirem com zelo e disciplina a honrosa missão que vos foi confiada, respeitando a cadeia de comando instituída e fazer de tudo para que a situação no Lesotho volte à normalidade”, refere a mensagem do Comandante-em-Chefe das Forças Armadas Angolanas (FAA), João Lourenço.

Segundo a mensagem, o Comandante-em-Chefe das FAA espera que após os seis meses previstos para a emissão, a tropa angolana regresse ao país em segurança.

Salviano Sequeira dirigia-se à tropa durante uma cerimónia testemunhada pelo Chefe do Estado-Maior adjunto para Educação Patriótica, Egídio Santos, chefe da missão, Matias Matondo e por funcionários dos ministérios da Defesa e das Relações Exteriores.

O ministro da Defesa Nacional iniciou, quinta-feira, uma visita ao Reino do Lesotho para confraternizar com o efectivo angolano da SAPMIL, tendo já mantido encontros de cortesia com os ministros das Relações Exteriores e da Defesa do Lesotho.

Hoje, sexta-feira, o ministro Salviano Sequeira deverá manter um encontro de cortesia com o primeiro-ministro do Lesotho, Thomas Thabane.

A Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) procedeu ao desdobramento, a 2 de Dezembro deste ano, de um contingente militar no âmbito da Missão de Contingência para o Lesotho, a pedido das autoridades deste país.

O contingente, composto por 217 militares, dos quais 162 de Angola que detém a presidência rotativa do órgão da SADC para Defesa e Segurança, tem a missão de apoiar o Lesotho a ultrapassar a crise política que enfrenta.

O Governo do Lesotho aprovou, recentemente, um roteiro para implementação de reformas políticas, constitucionais, judiciais, parlamentares, de segurança e outras, recomendadas pela SADC para a estabilização do país, confrontado com uma crise política. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »