Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Mulheres abordam plano de acção de resolução da paz

O plano Nacional de Acção para Implementação da Resolução da Paz e Segurança sobre a mulher foi debatido quarta-feira em Ondjiva, província do Cunene, durante um workshop que juntou mulheres de diferentes sectores.

Na ocasião a oradora, Joana Cortez Cardoso, esclareceu que o Plano tem por objectivo aumentar a participação da mulher e integrar a dimensão da igualdade de género em processos de construção da paz, promovendo o respeito aos direitos humanos.

Referiu que acção visa igualmente elevar o papel da cidadania em todas as fases do processo de paz, bem como lançar uma perspectiva sobre o crescimento das mulheres, não como vítimas que carecem de protecção, mais como factores relevantes na prevenção, gestão e resolução de conflitos.

Durante o evento foram abordados aspectos sobre o fortalecimento da participação da mulher na tomada de decisão, participação efectiva da mulher na vida militar, protecção e segurança da mulheres e das crianças nas fronteiras, tráfico humano e a participação das mulheres na construção de uma sociedade harmoniosa.

Por seu turno, a vice-governadora para o sector económico, político e social, Albertina Teresa José, enalteceu a realização do evento por permitir a participação das mulheres nos processos de tomadas de decisão e seu pleno desenvolvimento em todos esforços de manutenção, promoção da paz e segurança, bem como trabalhar para erradicação da violência dos direitos das mulheres.

Encorajou as participantes no sentido de serem proactivas na implementação de programas e acções que permitiram o fortalecimento das mulheres e, que garantam o seu empoderamento económico, bem como a sua participação nos passos de concertação e decisão.

O plano em execução no período de 2016-2018, resulta da resolução número 1325/2000 do Conselho de Segurança das Nações Unidas sobre mulheres, paz e segurança em Angola. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »