Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Moçambique tem 28,8 milhões de habitantes, mais de metade são mulheres

Moçambique tem 28,8 milhões de habitantes, dos quais mais de 15 milhões são mulheres, de acordo com os resultados preliminares do IV Recenseamento Geral da População e Habitação hoje divulgado.

Em junho, o porta-voz do Instituto Nacional de Estatística (INE), Cirilo Tembe, tinha afirmado à Lusa que as estimativas apontavam para 27 milhões de habitantes, tendo por base dados de 2007 (quando foram contabilizados 20,5 milhões de habitantes). Em 1997, o país contava com 16,1 milhões.

O IV recenseamento foi realizado entre 01 e 15 de agosto deste ano.

Segundo os dados preliminares, Moçambique tem uma população total de 28,861 milhões de habitantes, dos quais 15,061 milhões são mulheres e 13,800 milhões são homens. O país africano tem 6,529 milhões de casas e 6,746 milhões de agregados familiares.

A província de Nampula é aquela que agrega o maior número de habitantes – 6,102 milhões -, com 3,161 milhões de indivíduos do sexo feminino e 2,941 milhões do sexo masculino. Os dados do censo apontam para 1,453 milhões de casas e 1,473 milhões de agregados familiares.

Depois de Nampula, a província da Zambézia é a que regista o maior número de habitantes, 5,110 milhões, com 2,688 milhões de mulheres e 2,422 milhões de homens. Os dados preliminares apontam para 1,190 milhões de agregados familiares e 1,171 milhões de casas.

Em Maputo Cidade foram contabilizados 1,101 milhões de habitantes, registando um equilíbrio entre homens (529,5 mil) e mulheres (571,6 mil). O recenseamento aponta para 224,7 mil casas e 242,2 mil agregados familiares.

No que respeita a Maputo Província, foram registados 2,507 milhões de habitantes, dos quais 1,328 milhões mulheres e 1,178 milhões homens, com 613,6 mil casas e 602,9 mil agregados familiares.

Os resultados definitivos serão divulgados em 30 de junho do próximo ano. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »