Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Ministro da Construção defende secretário de Estado

6

O ministro da Construção e Obras Públicas defendeu ontem, em Luanda, o secretário de Estado do pelouro Molares d’Abril, considerando falsas as informações que o acusam de desvio de fundos.

“Quero lamentar com profunda tristeza o incidente que está a afectar o bom nome e a dignidade do nosso secretario de Estado, que está ser alvo de uma calunia publicada por alguns jornais da capital”, declarou Manuel Tavares no 1º Conselho Consultivo do Ministério da Construção e Obras Públicas.

Manuel Tavares afirmou que o Ministério já comprovou publicamente, de forma inequívoca, a falsidade dessas informações e pediu aos trabalhadores “a devida solidariedade para com o secretario de Estado”.

O ministro da Construção e Obras Públicas anunciou, ao discursar na abertura do encontro, medidas para resgatar o sector da estagnação, como catalogar os edifícios do país e monitorizar o estado de degradação para evitar acidentes como desabamentos, perdas de bens e vidas humanas, assim como descentralizar actividades e responsabilidades.

Outra dessas decisões é a transformação da Empresa Nacional de Elaboração de Projectos Públicos em Instituto Nacional de Obras Públicas, para dar a esses serviços autoridade sobre as demais organizações públicas e privadas em matérias como o estabelecimento de normas e regulamentos a aplicar nos cadernos de encargos, processos de concursos públicos, execução e fiscalização de obras, bem como na regulamentação de preços de consultoria e elaboração de projectos.

Está preconizado dotar o Laboratório de Engenharia de Angola (LEA) de equipamentos e técnicos qualificados para certificar a qualidade dos materiais e das obras, “através de processos modernos eficazes e eficientes”.

Manuel Tavares anunciou a construção, conservação e manutenção de estradas secundárias e terciárias nos municípios melhor organizados” e considerou necessário que as intervenções de manutenção das estradas e obras correspondentes, bem como o estancamento de ravinas sejam imediatos e aplicados por decisão local (Jornal de Angola)

Deixe uma comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »