Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Mãe detida por ter levado filho saudável 323 vezes ao médico

A criança foi submetida a 13 operações e o pai reclama agora a guarda do menino.

Uma mulher do Texas, nos Estados Unidos, foi detida depois de ter levado o filho perfeitamente saudável 323 ao médico e fazer com que fosse submetido a 13 cirurgias desnecessárias.

As autoridades contam que a situação chegou ao limite quando Kaylene Bowe, de 34 anos, levou o filho ao hospital com o que seria um ataque epilético, conta o Star-Telegram.

A equipa médica disse ter visto “um tremor geral no corpo todo”, mas não ter conseguido encontrar nenhum indício de ataque, o que levou a que acreditasse que os sintomas foram causados intencionalmente e alertasse os serviços de Proteção de Menores.

Para além das consultas excessivas e das operações desnecessárias, a mãe tentou ainda colocar o nome de Christopher numa lista para um transplante de pulmão, fazer com que recebesse cuidados paliativos. O menino esteve sujeito a respiração assistida e teve até de andar de cadeira de rodas.

O pai de Christopher, Ryan Crawford, reclamou junto dos tribunais e dos Serviços Sociais que o filho não estava doente e a mãe acabou por ser detida por negligência e por maus-tratos.

O comportamento da mulher pode ser causado pelo síndrome de Münchhausen, um problema mental em que a pessoa inventa sintomas falsos de várias doenças.

A criança está agora entregue a um casa de acolhimento e a receber visitas do pai uma vez por semana. Ryan está a tentar pedir a custódia do filho. (Notícias ao Minuto)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »