Hamas pede acção contra interesses dos EUA por “flagrante agressão” de Trump

O grupo palestiniano islâmico Hamas disse que o reconhecimento do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de Jerusalém como a capital de Israel e a decisão de transferir a embaixada dos EUA para a cidade são uma “flagrante agressão contra o povo palestiniano”.

Em um discurso em Washington, Trump disse que seu anúncio marcou o início de uma nova abordagem para o conflito entre israelitas e palestinianos.

O Hamas, que domina a Faixa de Gaza, pediu aos árabes e muçulmanos a “enfraquecerem os interesses dos Estados Unidos na região” e a “marginalizarem Israel”. (Reuters)

por Ori Lewis

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »