Futebol: Palancas Negras aprovam no primeiro teste

A selecção nacional de futebol mostrou hoje (sábado) entrosamento ao vencer a formação do Domant FC do Bengo, por 3-0, no primeiro jogo de preparação, tendo em conta a participação no CHAN a ser disputado de 13 de Janeiro a 4 de Fevereiro, em Marrocos.

Os Palancas Negras, que saíram a jogar com um onze maioritariamente composto pelos jogadores mais experimentados, a nível de selecção, tais como o capitão Job, Lando, Wilson,Herinilson, Nary, Mira, Mano, Vá, Almeida ,Tó Carneiro e Moco, imprimiam velocidade, o que os felicitou que muito cedo Mano abrisse o marcador (1-0).

A equipa do Bengo tentava reagir aos ataques do combinado nacional, no entanto, viam-se sem criatividades e ritmo competitivo para travar o conjunto nacional, que ampliou o resultado ao intervalo para 2-0, por intermédio de Mira, que não deu hipótese de defesa ao guarda-redes Alex, com um chute forte de fora de área.

No reatamento, já com a equipa renova na íntegra, o grupo entrou para o rectângulo relvado com a mesma toada, mas neste período notou-se igualmente uma ligeira quebra física, factor ajudava o opositor ameaçar frequentemente a baliza de Landu, mas sem sucesso.

Chilo, em missão individual na área contrária, foi importunado, num lançe em que o árbitro Pedro dos Santos considerou grande penalidade, Chamado a cobrar Fofó fixou o resultado em 3-0.

Os Palancas negras, que serão dispensados para festejar a passagem de ano com os seus familiares, reatam os trabalhos no dia 3 de Janeiro de 2018, data em que está inicialmente prevista a definição dos 23 futebolistas que representarão na referida prova, onde o país marcará a terceira presença, depois de 2011 e 2013.

A ctualmente integram 25 jogadores, designadamente Rui, JB, Landu, Wilson, Nary, Tó Carneiro, Bugos, Herenilson, Job, Almeida, Vá, Paty, Moco, Fofo, Mira, Meda, Kaporal, Mano Calesso, Chiló, Lito, Gui, Ado Pena, Manguxi, De Paizo e Celson Barros.

No CHAN2018, Angola figura no grupo D, juntamente com Camarões, Burkina Faso e Congo Brazzaville. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »