“Exoneração” deverá ser a Palavra do Ano em Angola

“Exoneração” lidera as preferências dos votantes para Palavra do Ano 2017, em Angola, a quatro dias do termo da votação, ao reunir 39% dos cerca de 2.100 votos feitos até ao momento, revelou hoje a Porto Editora.

Os três vocábulos mais votados para Palavra do Ano em Angola, até agora, são “exoneração”, com quase dois quintos dos votos, “mudança”, com 21%, cerca de metade da anterior, e “divisas”, com 16%.

A eleição da Palavra do Ano em Angola teve início dois meses após a tomada de posse do Presidente da República, João Lourenço, que empreendeu, desde setembro, a mudança de chefias militares, ordenou a exoneração de titulares de cargos públicos em organismos do Estado, na polícia e na administração de empresas estatais, em áreas que vão dos diamantes, aos petróleos, da comunicação social à banca, abarcando os responsáveis do Banco Nacional de Angola, das televisões e da Sonangol, tendo exonerado, entre outros, Isabel dos Santos, filha do anterior presidente angolano.

A escolha da Palavra do Ano 2017 de Angola prossegue até ao final do mês, em www.palavradoano.co.ao.

Segundo os responsáveis pela iniciativa, participaram na votação, até à data, em Angola, pouco mais de 2.100 internautas, e a palavra vencedora será conhecida no dia 30 de janeiro próximo, pelas 18:30 locais, numa cerimónia no Centro Cultural Português, em Luanda.

Para já, às três favoritas, seguem-se, com alguma distância, as palavras “eleições” (8%) e “professor” (5%).

“Candongueiro”, nome dado ao meio de transporte de passageiros, mais utilizado em Angola, e “micha”, que significa uma fatia de pão fabricado com farinhas diversas, encontram-se no mesmo patamar de preferência, com 3% dos votos.

Logo abaixo, também empatadas, com 2% dos votos, surgem as palavras “barragem” e “kaluanda”, termo que se tornou comum e é usado para designar algo ou alguém que é originário de Luanda.

Em último lugar está o vocábulo “maka”, expressão usada para descrever situações de fácil resolução, com apenas 1% das intenções dos cibernautas.

No ano passado, quando se realizou pela primeira vez a escolha da Palavra do Ano em Angola, a eleita foi “crise”, tendo mobilizado 31% dos votos.

Em Angola, a escolha da Palavra do Ano é uma iniciativa da Plural Editores, do grupo Porto Editora. (Jornal Económico)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »