Ex-presidente maliano Amadou Toumani volta ao seu país depois de exílio no Senegal

O ex-Presidente maliano, Amadou Toumani Touré, destronado em março de 2012 num golpe de Estado e refugiado desde então no Senegal, regressa ao seu país domingo próximo, 24 de dezembro 2017, soube-se de fontes seguras em Bamako.

De acordo com as mesmas fontes, Amadou Toumani Touré vulgo ATT, forçado ao exílio em Dakar, no Senegal, onde viveu há cinco anos, será recebido no aeroporto internacional Modibo Kéita-Sénou de Bamako por seus simpatizantes.

Viajará a bordo dum avião presidencial do atual chefe de Estado maliano, Ibrahim Boubacar Kéita, de acordo com a fonte.

O regresso ao seu país de ATT, cujo exílio no Senegal tinha sido negociado pela Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), foi possível graças ao envolvimento desta organização sub-regional, da União Africana (UA) e do próprio Presidente maliano, Ibrahim Boubacar Keita, de acordo com as mesmas fontes.

Porém, segundo as mesma fonte, o antigo estadista só ficará no Mali por alguns dias e o seu regresso ainda não é definitivo

O ex-chefe de Estado maliano será acompanhado na sua viagem por uma delegação da CEDEAO que agradecerá ao Presidente senegalês, Macky Sall, e ao seu Governo o acolhimento concedido a este último.

Segundo responsáveis do Partido para o Desenvolvimento Económico e Social (PDES), criado por apoiantes de ATT, esta viagem simboliza a reconciliação nacional num país confrontado com a insegurança e crises políticas incessantes. (Panapress)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »