Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Encerramento do ciclo formativo destaque social

O encerramento do ciclo formativo 2017 do Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social constitui o destaque do noticiário social da semana que hoje, sábado, finda.

Neste contexto, o titular da pasta, Jesus Maiato, ao discursar na cerimónia afirmou que a aposta na valorização do capital humano e na promoção do emprego qualificado e remunerado constitui pilares do Executivo angolano no sector da formação profissional para o período 2017/2022.

Afirmou ainda que os centros de formação privados são um importante e incontornáveis parceiros do Executivo e fazem parte do sistema nacional de formação profissional.

Mereceu igualmente destaque ao longo da semana, a realização do 1º whorkshop de reflexão sobre estigma e discriminação nos direitos humanos, numa iniciativa da União Europeia, Onusida e Ansaso.

Neste evento, o representante residente da Organização das Nações Unidas, Paolo Ballotelli, deu a conhecer que a instituição que representa compromete-se em apoiar Angola na tomada de acções multissectoriais coordenadas para eliminar a discriminação contra as pessoas que vivem com Vih/Sida.

Reconheceu que a discriminação no âmbito do Vih/Sida é um obstáculo para se alcançar os objectivos de desenvolvimento sustentável.

Neste contexto, a ONU têm apoiado Angola em acelerar as prioridades da declaração política de 2016 sobre o VIH e direitos humanos, através da redução de novas infecções em adolescentes, redução do estigma e discriminação, mitigação do impacto entre populações chave e em melhorar a comunicação e a coordenação de uma resposta multissectorial.

No mesmo diapasão, o director nacional dos Direitos Humanos , José Silva, considerou que a ausência de cultura de denúncia por parte da população tem contribuído para os casos de discriminação e estigma contra as pessoas portadoras de VIH/Sida.

Mereceu também destaque a visita que o governador provincial de Luanda efectuou a futura morgue do bairro Kapalanga, no município de Viana, onde constatou que o seu estado actual, cujas obras iniciaram em 2011 e paralisaram um ano mais tarde, é desolador.

Já sexta-feira, a Direcção de Comunicação Institucional e de Informação do Ministério da Saúde anunciou a deslocação, neste sábado, da ministra da Saúde, Silvia Lutucuta, à província da Lunda Norte, onde vai avaliar e acompanhar a situação do surto epidémico de malária. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »