Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Documentário britânico sobre bonecas sexuais provoca forte reação na Internet (VÍDEO)

“O digital acabou ficando físico”, diz um novo documentário controverso emitido no Reino Unido que conta sobre o uso cada vez mais popular de bonecas sexuais de tamanho natural, provocando forte reacção na Internet.

O filme “The Sex Robots Are Coming” (Robôs sexuais estão chegando), mostra a vida pessoal de alguns casais norte-americanos, documentando os altos e baixos das relações que envolvem participantes plásticos e robóticos extra, assim como os que formam laços emocionais e demonstram uma inesperada afeição aos seus parceiros mecânicos.

As bonecas são produzidas pela empresa Realbotix, Califórnia, que usa tecnologia de inteligência artificial para criar manequins desenhados para se mover e falar com seus donos de uma maneira natural.

O documentário causou as mais variáveis reacções nas redes sociais: alguns ficaram indignados pelo que viram, achando o filme outra evidência da objetificação da mulher, pois as bonecas são desenhadas para ser fisicamente perfeitas, submissas e obedientes.

Reforçam cada vez mais a ideia que as mulheres são objectos para dar prazer aos homens. Absolutamente chocante”, comentou uma internauta.

Outros, incluindo parceiros de alguns usuários de bonecas, filmados no show, consideram as bonecas simplesmente como “brinquedos” e não uma tentativa de substituir o cônjuge ou companheiro humano. O dispositivo também poderia ser útil para aqueles que sofrem de solidão e isolamento social.

“No canal 4 há o programa ‘Os robôs sexuais estão chegando’ e estou feliz que ainda há esperança para mim”, desabafou outra usuária.

Antes, cientistas da revista Journal of Sexual and Relationship Therapy, expressaram que muitas pessoas são consideradas “digissexuais” por manterem uma vida sexual com robôs projectados para satisfazer necessidades humanas. (Sputnik)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »