Do Pippin ao iphone X. A história da Apple é feita de sucessos e fracassos

Os analistas reviram esta semana uma quebra de encomendas no ‘smartphone’ lançado em setembro pela marca da maçã.

Depois da euforia, a queda. O iPhone X, smartphone lançado em Setembro pela Apple, não está a ter o desempenho esperado e os analistas reviram em baixa as estimativas de encomendas do iPhone X para os primeiros três meses de 2018. “Depois da primeira ronda de procura ter sido cumprida, o mercado está preocupado que o elevado preço do iPhone X possa quebrar a tendência durante o primeiro trimestre”, referiu Zhang Bin, analista da Sinolink Securities, numa nota citada pela Bloomberg.

O analista estima que as remessas do iPhone X se situam em 35 milhões de unidades durante este período, um número inferior ao previsto em 10 milhões. Fundada em 1976 por Steve Jobs, Steve Wozniak e Ronald Wayne, a história da empresa é marcada por vários sucessos e fracassos.

PRODUTOS COM SUCESSO

iPhone
O lançamento juntou recursos de aparelhos vencedores, como o iPod, com um interface sensível ao toque extremamente eficiente. O lançamento do iPhone acabou por ser fatal para empresas que dominavam o mercado de telemóveis na época, como a Nokia e a BlackBerry.

iPod
Quando foi lançado em 2001, o iPod já não era o primeiro aparelho digital de música do mercado. Mais fácil de usar do que os aparelhos rivais, a empresa beneficiou da chegada da iTunes Store para vender mais de 220 milhões de unidades do produto.

Power Mac G4
Lançado em 2000 significou um passo fundamental para o desenvolvimento do Mac Mini. E também representa o foco da Apple em design revolucionário: uma unidade do Power Mac G4 Cube está atualmente em exposição no Museu de Arte Moderna, em Nova Iorque.

PRODUTOS SEM SUCESSO

Pippin
No início dos anos 90, a empresa viu uma oportunidade para entrar no mercado dos jogos e o resultado foi o Pippin. Fabricado pela japonesa Bandai com tecnologia da Apple, tinha ‘hardware’ de computador e, por isso, custava mais do que as outras consolas. Ainda por cima, a Sony tinha acabado de lançar a PlayStation.

Newton
Foi apresentado como um assistente pessoal digital (PDA) em 1987. O Newton deveria ajudar o utilizador a organizar, armazenar e consultar informações que precisasse ter sempre à mão. A empresa gastou 100 milhões de dólares no desenvolvimento do produto, que foi um fracasso comercial.

Apple III
O lançamento foi um dos maiores desastres da história da empresa. Quando o computador chegou às lojas, tinha tantas avarias que a empresa foi obrigada a fazer um ‘recall’ do lote inicial. O Apple III foi relançado alguns meses depois mas calcula-se que o número de unidades vendidas não passasse de 10% das vendas do Apple II. (Jornal Económico)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »