Assassinato de Valentina Guebuza: Zófimo vai hoje a julgamento

TEM início hoje, na 10.ª Secção do Tribunal Judicial da Cidade de Maputo, o julgamento de Zófimo Muiuane, acusado de assassinar a sua esposa, Valentina Guebuza, filha do antigo Presidente da República Armando Guebuza.

Inicialmente, o arranque das sessões de julgamento estava previsto para o dia 11, segunda-feira mas, a pedido da defesa do réu, o início das sessões de audiência e julgamento foi remarcada para hoje, dia 18.

O réu é acusado de homicídio qualificado, posse ilegal de armas e de documentos de identidade e de viagem. Zófimo Muiuane será julgado por um jurado presidido pela juíza Flávia Mondlane.

Valentina Guebuza foi assassinada com quatro tiros na sua residência, na cidade de Maputo, na noite de 14 de Dezembro de 2016, pelo seu esposo Zófimo Muiuane, com quem se casara a 26 de Julho de 2014. À data dos factos, Zófimo Muiane era gestor de marketing da Mcel, empresário e dono de várias sociedades comerciais e de serviços.

A malograda, de 36 anos de idade, era membro do Comité Central da Frelimo, para o qual havia sido eleita em 2012. Empresária, Valentina Guebuza foi considerada a sétima mulher jovem mais poderosa de África, numa lista publicada em 2013 pela revista “Forbes”, que era liderada por Isabel dos Santos, filha do então Presidente de Angola, José Eduardo dos Santos.

Liderava vários negócios da família Guebuza, como a Focus 21 Gestão e Desenvolvimento, uma “holding” que, em parceria com a empresa chinesa Startimes, ganhou a concessão da operação para liderar o projecto de migração da televisão nacional do sistema analógico para o digital. (Jornal de Notícias MZ)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »