Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Antiga Mercedes de Hitler vai ser leiloada nos EUA

Veículo de um dos assassinos de massa mais notórios do mundo poderá render até 7 milhões de dólares. Casa de leilões defende venda da “Super Mercedes”: “Este carro não escolheu seu dono original, nem seu uso.”

Uma Mercedes-Benz 770K Grosser Offener Tourenwagende de 1939, originalmente propriedade do ditador nazista Adolf Hitler e usada em desfiles, será colocada em leilão nos Estados Unidos, em 17 de Janeiro de 2018.

Em documentos totalizando 54 páginas, a casa de leilões responsável pela transacção, a Worldwide Auctioneers, alega comprovar que a “Super Mercedes” foi encomendada, construída para e utilizada pelo líder nacional-socialista. A companhia sediada no Arizona divulga o objecto como o automóvel de maior significado histórico jamais submetido a venda pública.

Os leiloeiros não estipularam o valor potencial do carro, mas a emissora americana Fox News afirma que ele poderá arrecadar entre 5 milhões e 7 milhões de dólares, com base na avaliação de um especialista em carros clássicos, que permanece anónimo.

De um canal na Antuérpia para os EUA

Segundo a Worldwide Auctioneers, o carro é “um produto dos exigentes requisitos do Führer e do oficial da SS Erich Kempka, que serviu como seu principal motorista a partir de 1934”. Depois de ser usado por Hitler em ocasiões, especiais, entre 1939 e 1941, ele teve sete outros proprietários.

O dossier que o acompanha contém cartas descrevendo como, no fim da Segunda Guerra Mundial, em 1945, foi confiscado e usado pela polícia militar americana em Le Havre, na França. Mais tarde, foi retirado de um canal na cidade belga de Antuérpia. Comprada de um ferro-velho, a Mercedes foi reparada e transportada para os Estados Unidos, onde teve cinco outros proprietários.

Um dos cinco Offener Tourenwagen ainda existentes, o veículo tem sido exibido em diversos desfiles e museus por todo o mundo, assim como em algumas das principais colecções automobilísticas particulares.

“Ela não escolheu seu dono”

Defendendo a venda de um item que pertenceu a um dos criminosos de massa mais notórios do mundo, a casa de leilões declarou que doará 10% do preço de venda para o esclarecimento sobre como e por que o Holocausto aconteceu, e como se pode evitar atrocidades semelhantes.

“Este automóvel não escolheu seu dono original, nem seu uso”, alegou em comunicado Rod Egan, leiloeiro e director da Worldwide Auctioneers. “Se a sua proveniência puder ser posta de lado, exemplos da Mercedes-Benz 770 ‘Grosser’ ou ‘Super-Mercedes’ muito provavelmente permanecem sendo o maior feito do mundo em termos de design, engenharia e construção automotivos.”

Outras “relíquias” do ditador nazista leiloadas recentemente incluem fotos inéditas dele, seu telefone vermelho e alguns dos quadros que pintou. (DW)

por Nik Martin (av)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »