Adversário de Weah felicita novo presidente da Libéria pela sua vitória

O vice-presidente cessante da Libéria, Joseph Boakai, felicitou hoje o seu rival, o senador e antiga estrela do futebol George Weah, pela sua vitória na segunda volta das presidenciais.

Boakai abre assim caminho a uma transição pacífica no país com uma história marcada por guerras civis.

“O meu amor pelo país é mais profundo que o meu desejo de ser presidente. Foi por isso que há pouco liguei a George Weah para o felicitar enquanto vencedor do escrutínio presidencial”, declarou Boakai numa mensagem solene à nação.

“Respeito a vontade do povo, como foi anunciada pela Comissão Eleitoral Nacional”, que creditou Boakai com 38,5% dos votos, contra 61,5% para Weah, adiantou.

Rodeado pelos principais dirigentes do Partido Unido, a sua formação no poder na Libéria, Boakai disse que rejeitará “todas as tentativas de impor dor, dificuldade, agonia e incerteza”.

“O meu nome não será usado como desculpa para qualquer gota de sangue humano neste país”, disse ainda.

A Libéria foi palco de guerras civis entre 1989 e 2003 que causaram 250.000 mortos.

George Weah, do Congresso pela Mudança Democrática (CCD), deverá tomar posse em 22 de janeiro, marcando a primeira transição democrática em mais de 70 anos no país anglófono da África ocidental fundado por escravos norte-americanos.

Atacante estrela do Mónaco, PSG e do AC Milan nos anos 1990, George Weah, 51 anos, sucede a Ellen Johnson-Sirleaf, prémio Nobel da Paz em 2011, a primeira mulher chefe de Estado em África. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Translate »