Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Barril de petróleo nos EUA fecha acima de US$ 60 pela 1ª vez desde 2015

Alta acumulada no ano foi de 12%, desencadeada pela forte demanda e queda nos estoques globais. Barril do tipo Brent encerrou o ano a US$ 66,87.

Os preços do petróleo nos Estados Unidos fecharam acima dos US$ 60 por barril na última sessão do ano pela primeira vez desde meados de 2015, e a commodity encerrou 2017 com um avanço de 12%, desencadeado pela forte demanda e queda nos estoques globais.

Os futuros do Brent, a marca de referência internacional, fecharam o ano com alta de 17%, apoiados pelos cortes de produção da Opep e Rússia, bem como pela forte demanda da China. A diferença entre os dois contratos se ampliou ao longo do ano, já que o Brent reagia à queda na oferta de grandes produtores mundiais, enquanto a produção dos EUA continuava a crescer.

Os futuros dos EUA encerraram o ano em US$ 60,42 por barril, o maior fechamento desde Junho de 2015. Os futuros do Brent fecharam em alta de 1,07%, a US$ 66,87 por barril. O Brent rompeu o nível de US$ 67 nesta semana pela primeira vez desde maio de 2015.

Os ganhos indicam que o excedente global que tem pressionado o mercado desde 2014 está se reduzindo.

Mais cedo neste ano, os preços do petróleo caíram por preocupações de que a crescente produção de Nigéria, Líbia e outras regiões poderia prejudicar os cortes de produção liderados pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo.

Mas os preços subiram quase 50% desde o meio do ano pela demanda sólida e forte adesão aos limites de produção.

“Essa tendência deve continuar em 2018 e mundialmente os estoques de petróleo continuarão a cair”, disse Andrew Lipow, presidente da Lipow Oil Associates, em Houston.

Lipow disse esperar que os preços do petróleo nos EUA subam até cerca de US$ 63 por barril até o fim do próximo ano, enquanto o Brent pode continuar em torno de US$ 67 por barril à medida que as exportações de petróleo dos EUA avançam para níveis recordes. (G1)

por Reuters

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »