Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Pascal Tsaty-Mabiala nomeado chefe da oposição no Congo

O Governo congolês nomeou o primeiro secretário da União Pan-africana para a Democracia Social (UPADS), Pascal Tsaty Mabiala, como chefe da oposição no Congo, anunciou quinta-feira a rádio pública.

A lei congolesa prevê que o chefe da oposição é “o responsável do partido da oposição que tenha obtido o maior número de deputados na Assembleia Nacional, depois do partido ou do agrupamento político maioritário”.

O ministro do Interior e Descentralização, Raymond Mboulou, precisou que os resultados das eleições legislativas de julho de 2017 permitem identificar “de maneira incontestável” o chefe da oposição política, com base em disposições constitucionais e legais tal como definidas.

“O partido político da oposição que obteve o maior número de deputados na Assembleia Nacional depois do partido ou do agrupamento político maioritário é a União Pan-africana para a Democracia Social (UPADS)”, precisou Mboulou, lembrando que esta formação política da oposição obteve oito deputados dos 151 que formam a Assembleia Nacional.

“Tendo em conta estes elementos, o Conselho de Ministros constata que o primeiro responsável deste partido é então o chefe da oposição política congolesa”, declarou o ministro do Interior que convidou “todas as instituições do Estado a tirar as consequências desta constatação jurídica, material e política, e a considerar doravante o primeiro responsável deste partido como tal”.

O Conselho de Ministros lembra que o Estado tem o duplo dever de, em primeiro lugar, tomar as disposições necessárias, nomeadamente no plano regulamentar, para permitir ao chefe da oposição política beneficiar dos seus direitos e prerrogativas constitucionais.

Em segundo, deve o Estado convidar o chefe da oposição a respeitar e observar os deveres e obrigações do sua cargo, em conformidade com a Constituição de 25 de outubro e com a lei 28-2017 de 07 de julho de 2017, que determina o estatuto da oposição política. (Panapress)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »