Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Huíla regista défice orçamental avaliado em AKz 760,5 biliões

A província da Huíla recebeu apenas 95,9 biliões de kwanzas (AKz) de um total de 856,5 biliões de kwanzas previstos nos últimos quatro anos (2013 – 2017) para realizar despesas públicas, disse hoje o governador João Marcelino Tyipinge.

Intervindo num acto de cumprimentos de fim de ano aos funcionários do Governo da província, João Marcelino Tiypinge precisou que o orçamento da província registou um défice de 760,5 mil milhões no período de 2013 a 2017, devido à crise económico-financeira que assola o país desde 2014, facto que dificultou a execução do programa provincial.

O responsável disse que apesar das limitações financeiras no período em referência houve avanços no domínio da educação, com a construção de 11 escolas nos municípios da Chibia, Caluquembe, Cacula, Cuvango, Lubango e Matala, que benefício de 400 mil alunos.

Na saúde, referiu que a nível da província foram construidos e apetrechados 27 centros municipais de referência e 37 postos médico, ao passo que no domínio da energia e águas foi concluída a reabilitação hidráulica e eletromecânica do campo de capacitação da “Senhora do Monte”, a construção da novo centro de captação de água para o Lubango, a instalação de 60,37 quilómetros de rede de distribuição e quatro mil e 680 ligações domiciliares em alguns bairros da cidade.

Deu a conhecer que está em curso a instalação de 140 quilómetros de conduta de água e 20 mil ligações no Lubango, a construção do sistema de abastecimento de água a sede da Cacula, com a colocação de 32 mil e 657 metros de conduta e mil e 251 ligações domiciliares, bem como a construção do sistema de abastecimento de água no município da Jamba com uma instalação de 61 mil e 764 metros de conduta e quatro mil ligações.

Fez saber que no período em abordagem foram concluídas as obras de 387 fogos, no regime de casas evolutivas, nas localidades da Chibia, Chipindo, Caluquembe, Quipungo e Lubango, estando em fase de acabamento 200 habitações na centralidade da Eywa.

A província da Huíla tem uma superfície territorial de 79 mil e 22 quilómetros quadrados e uma população estimada a dois milhões, 497 mil e 422 habitantes. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »