Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

EUA cortam orçamento da ONU em 240 milhões de euros

O corte orçamental do país que mais contribui para a ONU surge menos de uma semana depois de a maioria dos países das Nações Unidas terem condenado a decisão norte-americana sobre Jerusalém

Os Estados Unidos da América vão reduzir a sua participação no orçamento da Organização das Nações Unidas (ONU) em 285 milhões de dólares — cerca de 240 milhões de euros. A informação foi confirmada esta terça-feira, em comunicado, pela representação norte-americana junto das Nações Unidas, dias depois de a esmagadora maioria dos países da ONU terem condenado a decisão de Donald Trump de reconhecer Jerusalém como capital de Israel.

O corte é justificado com a “ineficiência” e o “excesso de gastos” da ONU. “Não vamos mais deixar que se tome partido da generosidade do povo americano”, defendeu a embaixadora dos EUA junto das Nações Unidas, Nikki Haley, no comunicado divulgado este fim de semana.

Stephane Dujarric, porta-voz do secretário-geral da ONU, António Guterres, disse em declarações citadas pela CNN que as Nações Unidas estão “a estudar o impacto dos números do orçamento recentemente adotados”, remetendo para mais tarde uma reação oficial a este corte.

A tomada de posição norte-americana surge menos de uma semana depois de as Nações Unidas terem condenado, com 128 votos a favor, 9 contra e 35 abstenções, a decisão de Donald Trump de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel. Na altura, a representante dos EUA, Nikki Haley, disse que a posição das Nações Unidas foi “uma vergonha” e sublinhou que a ONU se tornou “um lugar hostil para Israel”.

“Os EUA irão lembrar-se deste dia como o dia em que foram castigados na Assembleia Geral por terem exercido o seu direito como nação soberana”, ameaçou Nikki Haley. “Vamos lembrar-nos disto quando formos chamados de novo a fazer a maior contribuição mundial para a ONU.”

Os Estados Unidos são o país que mais contribui para o orçamento comum da ONU, sendo responsáveis por cerca de 22% do orçamento total — isto porque a contribuição de cada membro é definida em função do respetivo PIB. (Observador)

por João Francisco Gomes

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »