Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Cuanza Norte: Homem de 30 anos morto a tiro no Golungo Alto

Um indivíduo conhecido por Tango Agostinho Francisco, de 30 anos de idade, morreu segunda-feira, no município do Golungo Alto, província do Cuanza Norte, vítima de disparo de arma de fogo (caçadeira) durante os festejos do natal.

De acordo com o porta-voz do Comando provincial da Polícia Nacional, subinspetor Edgar Salvador, que revelou o facto nesta terça-feira à imprensa, em Ndalatando, o crime teve como autor um cidadão de nome José Bacongo, que se encontra foragido.

O caso ocorreu no bairro Mungo, sector de Cacanga, município de Golungo Alto, tendo a vítima sido atingida na região torácica por diversas esferas de um cartucho de caçadeira.

Adiantou que a Polícia Nacional está a fazer todas as diligências no sentido de localizar o infractor e apresentá-lo ao Ministério Público, tendo apontado o ajuste de contas como o presumível motivo na base do infortúnio.

Edgar Salvador fez saber que durante a festa de natal, o Comando Provincial da Polícia Nacional no Cuanza Norte registou nove crimes de natureza diversa, sete dos quais foram esclarecidos, resultando na detenção de oito indivíduos supostamente envolvidos no seu cometimento.

Os delitos ocorreram nos municípios de Cazengo, Lucala e Golungo Alto.

O porta-voz apontou entre os delitos notificados três ofensas corporais voluntárias simples.

Dois furtos, um homicídio voluntário qualificado, tráfico de liamba, resistência contra agente da autoridade, constam igualmente dos crimes do dia do natal no Cuanza Norte.

Segundo Edgar Salvador, ocorreram ainda dois acidentes de viação por atropelamento, que resultaram em igual número de feridos graves, mormente no município de Cazengo, sede da província.

Já o Serviço de Protecção Civil e Bombeiros realizou três intervenções, nomeadamente o transporte de dois doentes para o hospital provincial, em Ndalatando, e a poda de uma árvore que impedia a circulação rodoviária.

Enquanto isso, o Banco de Urgências do Hospital Municipal de Cazengo, em Ndalatando, atendeu, no mesmo dia, 85 pacientes com patologias diferentes, tendo sido internados dois enfermos, segundo o director clínico da unidade sanitária, Edmar Henriques.

Já o Hospital Provincial que é a maior unidade sanitária do Cuanza Norte atendeu, no Banco de Urgências, 74 pacientes, dos quais sete ficaram internados com ferimentos diversos, fruto de acidentes de viação, indicou o seu director clínico, Inácio Francisco.

Lembrou que neste ano a situação sanitária na unidade hospitalar foi menos agitada, comparada a do natal de 2016. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »