- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Moçambique Atacantes de Mocímboa da Praia estão activos, reconhece governador

Atacantes de Mocímboa da Praia estão activos, reconhece governador

Comandante da Polícia tinha dado o prazo de uma semana para se renderem

O Governo moçambicano assume que o grupo de homens armados que tem estado a atacar Mocímboa da Praia, na província de Cabo Delgado, ainda não se desactivou, apesar do prazo de uma semana dado pelo Comandante-Geral da Polícia, para se entregar às autoridades.

Na segunda-feira, 25, o governador provincial de Cabo Delgado, Júlio Parruque, deslocou-se a Mocímboa da Praia, onde constatou que a ordem foi restabelecida, mas os atacantes dispersaram-se, apesar de muitos deles terem sido detidos.

Aquele responsável afirmou que “os grupos que criaram pânico e desestabilizaram a ordem em Mocímboa da Praia, na sua maioria, foram capturados, mas outros dispersaram-se e as forças de defesa e segurança estão no encalço desses indivíduos”.

Refira-se que no passado dia 14, o Comandante-Geral da Polícia, Bernardino Rafael, apelou à rendição às autoridades dos autores dos ataques a Mocímboa da Praia e arredores.

Entretanto, alguns analistas associam o surgimento deste grupo de atacantes e de outras manifestações de violência ao actual estado social moçambicano, em que muitas pessoas se queixam de injustiças na distribuição da riqueza nacional.

Outros consideram que, no caso de Mocímboa da Praia, os ataques visam fazer com que as autoridades policiais e/ou militares centrem as suas atenções naquela região, negligenciando as zonas ricas em recursos minerais, como é o caso de Namanhumbir, onde actuam grupos poderosos, muitos dos quais idos de fora de Moçambique.

Várias outras análises têm sido feitas relativamente a esta situação, mas o presidente do Partido para a Paz, Democracia e Desenvolvimento-PDD, Raúl Domingos, reitera que se isto ocorre porque há uma mão interna metida nisso. (Voa)

- Publicidade -
- Publicidade -

Tadej Pogacar entrou na história da Volta a França em bicicleta

A Volta a França em bicicleta acabou no passado domingo 20 de Setembro com o triunfo de uma Nação, a Eslovénia, que conseguiu pôr...
- Publicidade -

Suíça: Educadora portuguesa acusada de maus tratos a crianças em creche

Uma portuguesa de 41 anos foi acusada de maus tratos na creche onde trabalhava na região de Lugano, na Suíça Italiana, anunciou o Ministério...

Trump diz na Assembleia Geral que a ONU deve ‘responsabilizar a China’ pela COVID-19

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse à Assembleia Geral da ONU nesta terça-feira (22) que a China deve ser responsabilizada pelo mundo por...

Morreram 90 das 270 baleias encalhadas na Tasmânia

Morreram pelo menos 90 das 270 baleias que ficaram encalhadas numa área remota da Tasmânia, no sul da Austrália, e os especialistas receiam que...

Notícias relacionadas

Tadej Pogacar entrou na história da Volta a França em bicicleta

A Volta a França em bicicleta acabou no passado domingo 20 de Setembro com o triunfo de uma Nação, a Eslovénia, que conseguiu pôr...

Suíça: Educadora portuguesa acusada de maus tratos a crianças em creche

Uma portuguesa de 41 anos foi acusada de maus tratos na creche onde trabalhava na região de Lugano, na Suíça Italiana, anunciou o Ministério...

Trump diz na Assembleia Geral que a ONU deve ‘responsabilizar a China’ pela COVID-19

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse à Assembleia Geral da ONU nesta terça-feira (22) que a China deve ser responsabilizada pelo mundo por...

Morreram 90 das 270 baleias encalhadas na Tasmânia

Morreram pelo menos 90 das 270 baleias que ficaram encalhadas numa área remota da Tasmânia, no sul da Austrália, e os especialistas receiam que...

África do Sul: Portuguesa morre no hospital após ser agredida em assalto na sua residência

Uma portuguesa de 63 anos foi violentamente agredida num assalto à mão armada à sua residência no norte do KwaZulu-Natal, África do Sul, acabando...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.