- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Governos Provinciais Governo Provincial da Huila Governador da Huíla promete fazer da província celeiro de Angola

Governador da Huíla promete fazer da província celeiro de Angola

As autoridades da província angolana da Huíla querem tirar o melhor proveito do seu posicionamento geoestratégico para relançar o desenvolvimento em 2018 à procura de mais-valias da rede ferroviária e rodoviária da região.

Esta ideia foi expressa pelo governador, João Marcelino Tchipingui, durante a cerimónia de cumprimentos de final do ano, em que reiterou o pensamento de tornar a província, tal como no passado, um dos principais celeiros de Angola.

A concretização dos projectos passará pela adopção, segundo Tchipingui, de algumas opções estratégicas.

“Assumir-se como uma província produtora de excedentes agrícolas valorizando os regadios e a agricultura tradicional; reativar o complexo mineiro da Jamba e Xamutete por meio das rochas orçamentais; desenvolver uma base industrial de transformação de produtos agro-pecuários e abastecimento dos mercados das províncias do sul em particular”, defendeu o governador.

A construção de 49 salas de aulas em cinco dos 14 municípios que beneficiaram quatro mil alunos e a edificação de 27 centros municipais de referência e 36 postos de saúde em toda a província, bem como a construção da nova captação de água para o Lubango, são os investimentos públicos destacados pelo governador da Huíla em 2017, apesar das dificuldades financeiras.

Para os principais partidos políticos da oposição, as ideias do governador da província para o futuro não passam, como sempre, de promessas.

O secretário executivo provincial da CASA-CE, Serafim Simeão, prefere ver para crer.

“Estamos a caminhos de três, quatro anos em que as obras não são concluídas e nós mais uma vez vamos reiterar preferimos ser como São Tomé, ver para crer”, justificou Simeão-

Para o secretário provincial adjunto da UNITA, Félix Kuenda, os problemas sociais básicos da população são graves e exigem soluções agora.

“É só olharmos para a nossa a cidade olharmos para a nossa província os problemas são enormes desde a saúde, educação falta de saneamento básico de energia, problemas sociais profundos”, concluiu. (Voa)

- Publicidade -
- Publicidade -

Bonga: “Os prémios todos que tenho no estrangeiro, não os tenho em Portugal”

Bonga Kuenda é o semba e a vivência clandestina. Foi nos 'musseques', bairros típicos de Angola que José Adelino Barceló de Carvalho viveu e cresceu,...
- Publicidade -

Governo aceita criar um apoio para que ninguém fique com rendimentos abaixo do limiar da pobreza

Seguem as negociações do Orçamento do Estado para 2021, com várias reuniões marcadas para esta semana com os partidos de esquerda. Esta semana deverão...

Deputado denuncia inércia da Procuradoria do Namibe frente a casos de peculato

O deputado independente Sampaio Mucanda denunciou que vários gestores públicos na província angolana do Namibe envolvidos em casos de peculato não são investigados e...

Banca portuguesa ensombrada com novos despedimentos

A Agência de 'rating' Fitch, no final de Julho, considerava que, face à nova ameaça para o sector bancário português que representa a crise...

Notícias relacionadas

Bonga: “Os prémios todos que tenho no estrangeiro, não os tenho em Portugal”

Bonga Kuenda é o semba e a vivência clandestina. Foi nos 'musseques', bairros típicos de Angola que José Adelino Barceló de Carvalho viveu e cresceu,...

Governo aceita criar um apoio para que ninguém fique com rendimentos abaixo do limiar da pobreza

Seguem as negociações do Orçamento do Estado para 2021, com várias reuniões marcadas para esta semana com os partidos de esquerda. Esta semana deverão...

Deputado denuncia inércia da Procuradoria do Namibe frente a casos de peculato

O deputado independente Sampaio Mucanda denunciou que vários gestores públicos na província angolana do Namibe envolvidos em casos de peculato não são investigados e...

Banca portuguesa ensombrada com novos despedimentos

A Agência de 'rating' Fitch, no final de Julho, considerava que, face à nova ameaça para o sector bancário português que representa a crise...

Mãe é acusada de matar filha ao desligar dispositivo de oxigénio

Elise C. Nelson, de Paynesville, nos EUA, foi acusada de homicídio depois de, supostamente, ter desligado o alarme do dispositivo de monitoramento de oxigénio...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.