- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques Dhlakama acusa Governo moçambicano de reactivar esquadrões da morte

Dhlakama acusa Governo moçambicano de reactivar esquadrões da morte

O presidente da Renamo, Afonso Dhlakama, denunciou nesta terça-feira, 26, a reactivação dos esquadrões da morte, com surgimento de novos casos de raptos e assassinatos e corpos encontrados ao abandono em várias zonas das províncias de Manica e Sofala, onde ele se encontra escondido há dois anos.

Dhlakama, em declarações via telefone à VOA a partir da Gorongosa, disse que novos corpos humanos foram encontrados ao abandono em três distritos do interior da província moçambicana de Manica e Sofala, não distante do seu esconderijo.

Alguns dos corpos tinham sido descarregados por viaturas militares, mas não confirma se se tratam de membros da Renamo, principal partido da oposição em Moçambique, que declarou uma trégua unilateral há um ano para parar os assassinatos, ataques a viaturas civis e militares e edifícios públicos.

“O Governo reactivou os esquadrões da morte, com raptos e assassinatos, a mesma perseguição política que foi desencadeada em 2016, e isso não abona a paz” precisou Dhlakama, afiançando que continuará a negociar com o Governo para um terceiro acordo de paz.

Recorde-se que vários corpos foram encontrados abandonados em várias regiões do país durante o conflito político-militar em 2016, com a Renamo e o Governo a se acusarem mutuamente dos raptos e assassinatos. (Voa)

- Publicidade -
- Publicidade -

Paulo de Carvalho: Professores devem ser avaliados anualmente

Uma língua é um património social, não dependendo de caprichos de ninguém a sua alteração. Concorda com essa afirmação, que, aliás, é uma das...
- Publicidade -

TC confirma auditoria à gestão do BPC

O Tribunal de Contas (TC) admitiu, este sábado, a realização de auditoria à gestão do Banco de Poupança e Crédito (BPC), mas negou que...

MPLA “afina” máquina para próximos desafios eleitorais

O MPLA está a apostar na melhoria da sua máquina organizativa e no aperfeiçoamento da capacidade de mobilização, para enfrentar e vencer os desafios...

Caso 900 milhões: Irene Neto com contas congeladas e bens apreendidos em Angola

A Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou hoje ao Novo Jornal que as contas de Irene Neto, filha do primeiro Presidente de Angola, Agostinho Neto,...

Notícias relacionadas

Paulo de Carvalho: Professores devem ser avaliados anualmente

Uma língua é um património social, não dependendo de caprichos de ninguém a sua alteração. Concorda com essa afirmação, que, aliás, é uma das...

TC confirma auditoria à gestão do BPC

O Tribunal de Contas (TC) admitiu, este sábado, a realização de auditoria à gestão do Banco de Poupança e Crédito (BPC), mas negou que...

MPLA “afina” máquina para próximos desafios eleitorais

O MPLA está a apostar na melhoria da sua máquina organizativa e no aperfeiçoamento da capacidade de mobilização, para enfrentar e vencer os desafios...

Caso 900 milhões: Irene Neto com contas congeladas e bens apreendidos em Angola

A Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou hoje ao Novo Jornal que as contas de Irene Neto, filha do primeiro Presidente de Angola, Agostinho Neto,...

Cidadão mata amigo após desentendimento

Uma briga entre amigos resultou na morte, com bloco de construção civil, de um adolescente de 17 anos de idade, praticado por outro já...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.