Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Governo da UNITA nas Lundas arrecadava 4 milhões de dólares semanais com exploração de diamantes

O denominado “Governo das Terras Livres de Angola”, que a UNITA estabeleceu nas Lundas durante a guerra civil, permitia ao partido do “Galo Negro” arrecadar cerca de quatro milhões de dólares semanais com a cobrança de impostos, revelou Isaías Samakuva.

Em entrevista à TPA, concedida à margem da cerimónia de cumprimentos de Fim de Ano, realizada na passada sexta-feira, o presidente da UNITA, Isaías Samakuva, assegurou que os “Maninhos” não têm motivos para temer eventuais processos de rastreamento de fortunas angolanas no estrangeiro.

Apesar de garantir que nem o partido nem os seus militantes possuem riqueza no exterior, alegação que surge associada à constatação de que o “Galo Negro” comandou, durante a guerra civil, a exploração de diamantes nas Lundas, o dirigente não nega que daí resultaram importantes dividendos.

“O que acontecia na área das Lundas, é que o Governo estabelecido da UNITA – chamava-se o Governo das Terras Livres de Angola – tinha estabelecido um imposto”, esclareceu o líder do maior partido da oposição, destacando a importância dessa iniciativa tributária.

“Fico admirado porque até aqui o imposto em Angola não funciona bem. Só a partir do ano passado, ou antepassado – por causa da crise – é que se começou a falar bastante do imposto”, notou o político na entrevista à televisão pública.

“O imposto é fonte de receita para a manutenção de um Estado, para o pagamento de despesas do Estado”, salientou Samakuva, sem esconder o impacto que a sua cobrança, associada à exploração e comercialização de diamantes nas Lundas, teve na gestão da UNITA.

“Nesse território – são palavras do próprio Savimbi – conseguia-se cobrar cerca de quatro milhões de dólares por semana”, revelou Isaías Samakuva. (Novo Jornal Online)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »