Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Macon e Ango-Real sem capacidade para atender procura

A Macon e a Ango-Real, operadoras de transportes públicos inter-provincia l estão, desde o início desta semana, nesta localidade, sem capacidade para atender a demanda de passageiros, que pretendem passar a quadra festiva em outras províncias do país.

Desde segunda-feira, nos terminais de embarque de ambas operadoras regista-se um enorme aglomerado de pessoas, na sua maioria estudantes, que pretendem adquirir bilhetes de passagem, apesar dos preços terem sofrido ligeiro aumento.

Lucas Chiluquessa, estudante universitário, que pretende festejar a ceia natalícia com a família, em Luanda, disse ter saído de casa muito cedo para ocupar o primeiro lugar da fila na empresa Ango-Real, mas, mesmo assim, ficou sem os bilhetes de passagem para sexta-feira e sábado, esperando, nesta altura, viajar apenas no domingo caso consiga.

Em declarações à Angop, o responsável pela área administrativa da Ango-Real, Kachala Kidinibele Besemene, informou que, nos últimos dias, a situação tem sido bastante complicada, pois a procura tem sido maior que a oferta, em quase todo o país, devido o aumento de passageiros.

Segundo ele, a empresa conta neste momento com apenas seis autocarros diários na única rota de operação (Huambo/Luanda), que regista um movimento diário de 294 passageiros, contra os 500 que procuram actualmente a operadora.

Para inverter o actual quadro, a empresa pretende aumentar mais duas viaturas na rota Huambo/Luanda.

Confirmou que desde o dia 11 deste mês, o bilhete de passagem para Luanda, passou a ser vendido ao preço de 7 mil e 100 Kwanzas, contra os 5 mil e 900 anteriores.

O responsável do Plantão Operacional da empresa Macon, David Orlando António, disse que a instituição regista, nos últimos dias, uma procura superior a oferta, sobretudo para Luanda, Benguela e Huíla.

Actualmente, os passageiros com destino a Luanda estão a pagar 7 mil e 00 Kwanzas, contra os 5mil 900 anteriores, ao passo que Huambo/Benguela o bilhete de passagem custa 5 mil e 200 kwanzas, Huambo/Lubango seis mil, Huambo/Namibe 8 mil e 200 kwanzas, Huambo/Ondjiva 11 mil e .200 kwanzas, Huambo/Menongue 5mil e 400, Huambo/Santa Clara 11mil e 900 e Huambo/Cuito 2 mil e 200 kwanzas.

Para a rota Huambo/Luanda, estão à disposição 11 a 13 autocarros, três para o Lubango, igual número para Menongue e para Ondjiva e Santa Clara, dois para o Cuito e dois para o Namibe. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »