- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo América Latina 2017 foi o ano mais violento em duas décadas no México

2017 foi o ano mais violento em duas décadas no México

O ano de 2017 foi o mais violento das últimas duas décadas no México com 23.101 homicídios registados até novembro, revelam dados oficiais hoje publicados.

Trata-se do número mais elevado de homicídios no país desde que estatísticas são divulgadas pelas autoridades há duas décadas.

O número ultrapassa o balanço de 2011 que era, até agora, considerado o ano mais violento no México, com o registo de 22.409 homicídios.

Só no mês de novembro foram contabilizadas 2.212 mortes, contra o valor recorde mensal de outubro de 2.380.

Segundo revelam os dados, zonas até aqui poupadas por confrontos entre cartéis de droga, como o estado da Baixa Califórnia do Sul (noroeste), muito apreciada pelos turistas estrangeiros, conheceram este ano uma vaga de violência sem precedentes.

Desde o lançamento, pelo Presidente mexicano Felipe Calderon (2006-2012) de uma guerra contra o tráfico de droga com a ajuda dos militares, a violência aumentou significativamente no país.

A ofensiva militar permitiu de facto a detenção de inúmeros líderes de cartéis, mas também levou à fragmentação de grupos criminosos e, por conseguinte, à multiplicação de episódios de violência no país, de acordo com analistas. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

- Publicidade -
- Publicidade -

Jovem malaia luta pelo direito de não usar véu islâmico

A decisão de deixar de usar o véu islâmico e denunciá-lo como uma obrigação patriarcal valeu a Maryam Lee muitas críticas e uma investigação...
- Publicidade -

Mãe queima mão do filho por furto de telemóvel

Uma cidadã de 27 anos de idade queimou a mão direita do seu filho de 12 anos num fogareiro, no Lubango, província da Huíla,...

EUA: Substituição da juíza Ruth Bader Ginsburg opõe democratas e republicanos

A substituição de Ruth Bader Ginsburg, juíza do Supremo Tribunal Federal de Justiça e ícone progressista a favor dos direitos das mulheres, das minorias...

Pandemia transtorna Angola há seis meses

Completam-se hoje, 21 de Setembro, seis meses desde que foram anunciados, pela voz da ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, os dois primeiros casos positivos...

Notícias relacionadas

Jovem malaia luta pelo direito de não usar véu islâmico

A decisão de deixar de usar o véu islâmico e denunciá-lo como uma obrigação patriarcal valeu a Maryam Lee muitas críticas e uma investigação...

Mãe queima mão do filho por furto de telemóvel

Uma cidadã de 27 anos de idade queimou a mão direita do seu filho de 12 anos num fogareiro, no Lubango, província da Huíla,...

EUA: Substituição da juíza Ruth Bader Ginsburg opõe democratas e republicanos

A substituição de Ruth Bader Ginsburg, juíza do Supremo Tribunal Federal de Justiça e ícone progressista a favor dos direitos das mulheres, das minorias...

Pandemia transtorna Angola há seis meses

Completam-se hoje, 21 de Setembro, seis meses desde que foram anunciados, pela voz da ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, os dois primeiros casos positivos...

Mulher infectada com Covid contagiou 15 pessoas em voo

Uma mulher, infectada com Covid-19, teria propagado o vírus a outros 15 passageiros de um voo internacional entre Londres e o Vietname, de acordo...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.