- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques "Ambulância da morte": condutor matava doentes para receber dinheiro de funerária

“Ambulância da morte”: condutor matava doentes para receber dinheiro de funerária

Italiano injetava ar nas veias de doentes terminais. Ganhava 300 euros por cada morte, pagos por uma agência com ligações à máfia

Os media italianos chamam ao caso “ambulância da morte”: Davide Garofalo, de 42 anos, foi detido esta semana pela polícia da ilha de Sicília, e está acusado de ter provocado a morte a três doentes que transportou no veículo de emergência médica que conduzia.

O siciliano matava as vítimas, doentes em fase terminal, injetando ar nas suas veias quando as transportava de volta para as suas casas. Por cada morte que provocava, Garofalo recebia uma comissão de uma casa funerária com ligações à máfia. De acordo com o jornal La Stampa, terá recebido 300 euros por cada uma das mortes.

A polícia deteve o suspeito depois de ter recebido uma dica de um alegado ex-membro da máfia siciliana, que contou o esquema macabro às autoridades da cidade de Catania e a um programa de televisão.

A fonte que denunciou o caso contou também que o suspeito convencia depois as famílias enlutadas a contratarem uma agência funerária ligada à máfia siciliana que lhe pagava comissões em dinheiro.

De acordo com os investigadores italianos, o esquema terá sido montado em 2012 e poderão existir mais vítimas para além das três já confirmadas. A polícia de Biancavilla já investigou dezenas de mortes, mas apenas 12 foram consideradas terem alguma ligação ao caso conhecido como a “ambulância da morte”. (Diário de Notícias)

- Publicidade -
- Publicidade -

FinCEN Files. Como os grandes bancos facilitaram milhares de milhões de dólares em transferências para criminosos

Mais de dois mil relatórios bancários confidenciais obtidos pelo BuzzFeed News e partilhados com o Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (ICIJ), do qual...
- Publicidade -

Football Leaks. O ataque informático ao MP terá sido feito com as credenciais de um antigo diretor do DCIAP. A PGR “não fazia ideia”

"Ninguém na PGR fazia ideia do que se tinha passado", declarou o inspector José Amador, da Polícia Judiciária, sobre o ataque informático que o...

Transportes: Ministério procura alterar a Lei da Marinha Mercante

O Ministério dos Transportes está, actualmente, a proceder à alteração da Lei da Marinha Mercante e Portos, além de outras iniciativas, como a necessidade...

Indústria das telecomunicações perde anualmente 29 biliões de euros em fraudes

A indústria telefónica perde anualmente mais de 29 biliões de euros resultantes das fraudes no sector, afirma Rui Horta, gestor sénior de Fraude e...

Notícias relacionadas

FinCEN Files. Como os grandes bancos facilitaram milhares de milhões de dólares em transferências para criminosos

Mais de dois mil relatórios bancários confidenciais obtidos pelo BuzzFeed News e partilhados com o Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (ICIJ), do qual...

Football Leaks. O ataque informático ao MP terá sido feito com as credenciais de um antigo diretor do DCIAP. A PGR “não fazia ideia”

"Ninguém na PGR fazia ideia do que se tinha passado", declarou o inspector José Amador, da Polícia Judiciária, sobre o ataque informático que o...

Transportes: Ministério procura alterar a Lei da Marinha Mercante

O Ministério dos Transportes está, actualmente, a proceder à alteração da Lei da Marinha Mercante e Portos, além de outras iniciativas, como a necessidade...

Indústria das telecomunicações perde anualmente 29 biliões de euros em fraudes

A indústria telefónica perde anualmente mais de 29 biliões de euros resultantes das fraudes no sector, afirma Rui Horta, gestor sénior de Fraude e...

Café promove melhorias em doentes com cancro do cólon

Um estudo revela que o consumo diário de café está relacionado com melhorias na doença do cancro do cólon – diminuição do risco do...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.