- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Europa Máquina distribui produtos básicos para sem-tecto no Reino Unido

Máquina distribui produtos básicos para sem-tecto no Reino Unido

A ONG britânica Action Hunger instalou em Nottingham (centro da Inglaterra) uma máquina distribuidora de produtos de primeira necessidade para pessoas sem-tecto, uma iniciativa apresentada como inédita no mundo e que pretende estender a outras cidades.

A máquina “dá acesso a comida, roupa e produtos essenciais, a qualquer hora do dia e de maneira completamente gratuita”, explica a ONG em um comunicado.

Apenas os sem-tecto podem ter acesso a estes produtos, graças a um cartão electrónico que recebem.

“Nosso objectivo é fazer com que o acesso [a produtos vitais] seja permanente”, afirmou a Action Hunger.

Para abastecer a máquina, especialmente com frutas, água, sanduíche, sabão e meias, a Action Hunger recorreu a organizações comprometidas com a redução do desperdício alimentar, como a rede de supermercados Tesco ou o banco de alimentos FareShare.

Os usuários podem retirar até três produtos por dia, um limite estabelecido “para evitar criar uma situação de dependência”, diz a ONG. As máquinas são reabastecidas por voluntários.

Após esta primeira implementação, a Action Hunger quer agora instalar suas máquinas em outras cidades da Inglaterra, mas também “em Paris, Nova York e San Francisco”.

A iniciativa chega em um momento em que um relatório parlamentar publicado na quarta-feira considera a situação das pessoas sem-tecto uma “crise nacional” e critica o “imenso fracasso” do governo na questão.

Segundo este relatório, mais de 9.100 pessoas dormiam nas ruas em 2016 na Inglaterra, ao que se soma cerca de 80.000 famílias, entre elas 120.000 crianças, sem casa e acolhidas em estruturas temporárias. (Afp)

- Publicidade -
- Publicidade -

Portos devem servir para transbordo de mercadorias em África

O ministro dos Transportes, Ricardo D'Abreu, declarou esta quarta-feira ser pretensão do governo fazer dos portos angolanos verdadeiras plataformas logísticas regionais, para o transbordo...
- Publicidade -

ONU acusa Venezuela de “possíveis crimes contra a humanidade”

Investigadores das Nações Unidas acusam o Presidente da Venezuela e outras figuras do Estado de terem cometido "possíveis crimes contra a humanidade". As acusações...

Moçambique: Dois ataques contra autocarros em Sofala atribuídos à Junta Militar da Renamo

Homens armados protagonizaram na manhã desta quinta-feira, 17 de Setembro, dois novos ataques na estrada nacional N°6, na província de Sofala, provocando sete feridos...

Última Hora: Túnel da Avenida João XXI em Lisboa cortado devido a incêndio

O Túnel da Avenida João XXI, em Lisboa, está hoje de manhã cortado ao trânsito nos dois sentidos devido a um incêndio num posto...

Notícias relacionadas

Portos devem servir para transbordo de mercadorias em África

O ministro dos Transportes, Ricardo D'Abreu, declarou esta quarta-feira ser pretensão do governo fazer dos portos angolanos verdadeiras plataformas logísticas regionais, para o transbordo...

ONU acusa Venezuela de “possíveis crimes contra a humanidade”

Investigadores das Nações Unidas acusam o Presidente da Venezuela e outras figuras do Estado de terem cometido "possíveis crimes contra a humanidade". As acusações...

Moçambique: Dois ataques contra autocarros em Sofala atribuídos à Junta Militar da Renamo

Homens armados protagonizaram na manhã desta quinta-feira, 17 de Setembro, dois novos ataques na estrada nacional N°6, na província de Sofala, provocando sete feridos...

Última Hora: Túnel da Avenida João XXI em Lisboa cortado devido a incêndio

O Túnel da Avenida João XXI, em Lisboa, está hoje de manhã cortado ao trânsito nos dois sentidos devido a um incêndio num posto...

Viaduto do Cazenga é inaugurado hoje

O viaduto Luanda/Cazenga, localizado entre os distritos urbanos do Rangel e do Tala-Hady, na capital do país, será inaugurado hoje, sexta-feira, 18 de Setembro,...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.