- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques Câmara dos Deputados dos EUA aprova reforma do código tributário em vitória...

Câmara dos Deputados dos EUA aprova reforma do código tributário em vitória para Trump

A Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, controlada por republicanos, deu a aprovação final nesta quarta-feira à maior reforma do código tributário dos EUA em 30 anos, enviando uma sólida lei de 1,5 trilião de dólares para assinatura do presidente Donald Trump.

Ao selar a primeira grande vitória legislativa de Trump, republicanos superaram a oposição de democratas para aprovar uma lei que corta impostos para corporações e ricos, ao mesmo tempo em que deram um alívio fiscal misto e temporário à classe média.

A Câmara aprovou a medida, por 224 votos a 201, pela segunda vez em dois dias após um empecilho processual forçar uma nova votação nesta quarta-feira. O Senado aprovou o projecto por 51 a 48 votos nas primeiras horas desta quarta-feira.

Trump havia enfatizado um corte de impostos para americanos de classe média durante sua campanha em 2016. No início da reunião de gabinete na quarta-feira, ele disse que reduzir a taxa de impostos corporativos de 35 por cento a 21 por cento era “provavelmente o maior factor neste plano.”

Trump planeou uma celebração relacionada à aprovação com parlamentares dos EUA na Casa Branca nesta tarde, mas não assinará a lei imediatamente. O momento exacto da sanção ainda não estava claro.

Após Trump pedir repetidamente a Republicanos que levassem a lei para ele assinar antes do fim do ano, o assessor económico da Casa Branca, Gary Cohn, disse que o momento de assinar a lei vai depender da possibilidade de suprimir cortes automáticos de gastos desencadeados pela nova legislação. Em caso positivo, o presidente assinará a lei antes do fim do ano, afirmou Cohn. (Reuters)

por David Morgan e Amanda Becker; reportagem adicional de Richard Cowan, Roberta Rampton, Gina Chon e Susan Heavey

- Publicidade -
- Publicidade -

FinCEN Files: Investigação revela como bancos facilitaram transferências de biliões para criminosos

Fuga de informação de mais de dois mil relatórios enviados por bancos ao Governo dos EUA apontam para transferências bancárias de 1,7 biliões de...
- Publicidade -

SIC confirma retirada de canais em Angola

Os canais da SIC vão deixar de ser emitidos pela DStv em Angola a 15 de outubro de 2020, anunciou a plataforma, em mensagem...

Grandes bancos continuam a facilitar branqueamento de capitais, diz investigação do ICIJ

Uma análise a documentos confidenciais produzidos por vários bancos nos Estados Unidos e enviados à agência federal FinCEN mostram como grandes bancos facilitaram o...

Justiça manda encerrar todos os templos da IURD em Angola

IURD em Angola declarou-se, domingo. "surpresa" com a ordem de encerramento de quatro dos seus templos durante o culto. A justiça angolana ordenou o encerramento...

Notícias relacionadas

FinCEN Files: Investigação revela como bancos facilitaram transferências de biliões para criminosos

Fuga de informação de mais de dois mil relatórios enviados por bancos ao Governo dos EUA apontam para transferências bancárias de 1,7 biliões de...

SIC confirma retirada de canais em Angola

Os canais da SIC vão deixar de ser emitidos pela DStv em Angola a 15 de outubro de 2020, anunciou a plataforma, em mensagem...

Grandes bancos continuam a facilitar branqueamento de capitais, diz investigação do ICIJ

Uma análise a documentos confidenciais produzidos por vários bancos nos Estados Unidos e enviados à agência federal FinCEN mostram como grandes bancos facilitaram o...

Justiça manda encerrar todos os templos da IURD em Angola

IURD em Angola declarou-se, domingo. "surpresa" com a ordem de encerramento de quatro dos seus templos durante o culto. A justiça angolana ordenou o encerramento...

Isabel dos Santos e Sindika Dokolo envolvidos em investigação internacional aos grandes bancos

Numa nova investigação do Consórcio Internacional de Jornalistas, a filha do ex-presidente de Angola é alvo de dois relatórios sobre atividades suspeitas, ambos de...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.