Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Bomba que matou jornalista em Malta terá sido acionada a partir do mar

Prosseguem as investigações ao assassinato de Daphne Caruana Galizia, jornalista que abalou os poderosos em Malta e que foi assassinada à bomba.

Daphne Caruana Galizia foi assassinada no passado mês de outubro, quando seguia no seu carro.

A jornalista que se dedicava a trabalhos que expunham esquemas de corrupção no seu país foi morta na sequência de uma explosão. O caso levou a protestos no país. Até ao momento há três homens sob custódia suspeitos do assassinato e que afirmam estar inocentes.

Entretanto vão-se descobrindo mais pormenores em torno do caso.

Conta a ABC que os investigadores responsáveis pelo caso acreditam que a explosão que destruiu o carro da jornalista e lhe roubou a vida terá sido acionada através de uma chamada telefónica, feita a partir de uma embarcação que se encontrava no mar.

A equipa de investigação maltesa tem contado com a ajuda de elementos do FBI, chamados a pedido do governo de Malta.

Esta tese surge na sequência da descoberta de um número de telemóvel que recebeu uma mensagem na altura em que se deu a explosão. O número em causa não estaria associado a um telemóvel mas sim a um circuito usado precisamente com dispositivos que funcionam por controlo remoto. (Notícias ao Minuto)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »