Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Governo reforça descentralização administrativa

O secretário-geral do MPLA, António Paulo Kassoma, informou sábado, na província do Huambo, que o governo prepara-se para apreciar e aprovar um conjunto de medidas no domínio do reforço descentralização administrativa, visando a transferência gradual de competências, de recursos humanos e financeiros para os municípios.

Falando no encerramento da III sessão plenária ordinária do Comité Provincial do Huambo, lembrou que OGE para 2018, em posse da Assembleia Nacional para discussão e aprovação, prevê já a execução desta medida, de maneira que haja maior articulação entre a Administração Central e a Local.

Neste sentido, disse que dos administradores municipais espera-se a aplicação com sucesso da desconcentração financeira e da municipalização dos serviços, tendo em conta a criação de condições para satisfação das expectativas da população, já que os municípios constituem-se nos principais centros de transformação social e para realização do Programa de Governação do MPLA (2017/2022).

Lembrou que, no que diz respeito às medidas previas para efectivação desta tarefa essencial, no âmbito das responsabilidades do partido e da nova dinâmica empreendida pelo Executivo, foram realizadas três importantes acções.

António Paulo Kassoma afirmou que a primeira tarefa tem a ver com a restruturação do aparelho central auxiliar do Secretariado do Bureau Político, que passou a ter, pela primeira vez, departamentos específicos para à Reforma do Estado e as Autarquias Locais, Organizações Sociais, Sociedade Civil e, ao mesmo tempo, estabeleceu o desdobramento das áreas ligadas à Política Económica e Social.

A segunda tarefa, de acordo com o secretário-geral do MPLA, tem a ver com a capacitação, pela primeira vez, de quadros do partido e outras entidades públicas, sobre a prevenção de crimes a que estão sujeitos titulares de cargos públicos, a fim de corresponderem, de forma pragmática, ao reforço das acções do governo de combate à corrupção e branqueamento de capitais.

Explicou que a terceira e última medida traduz-se na aprovação na 4ª reunião Ordinária do MPLA, realizada a 23 de Outubro deste ano, de um instrumento reitor da Comissão de Disciplina e Auditória, para garantir a funcionalidade e a vitalidade deste órgão necessário para a manutenção da disciplina partidária e unidade entre os militantes.

No caso particular da província do Huambo, António Paulo Kassoma disse que pela sua importância e natureza geográfica deve contar com seus melhores quadros, intelectuais e investigadores na realização de acções de estudos e projectos, tendentes à redução da pobreza, promoção do bem-estar das comunidades urbanas, peri-urbanas e rurais, prestado um serviço excelente no domínio da educação, saúde e promoção do desenvolvimento da agricultura familiar, emprego habitação, saneamento básico, segurança e tranquilidade públicas.

O evento, orientado pelo primeiro secretário do MPLA na província do Huambo, ficou marcado com o preenchimento de vagas no Comité Provincial do Partido e com a outorga de certificados de méritos a militantes que mais se destacam na actividade partidária. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »