Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Equipa de Trump acusa procurador que investiga “ligação russa” de acesso ilegal a emails

Equipa da Trump for America enviou uma carta ao Congresso a acusar o procurador responsável pela investigação à interferência russa nas eleições de aceder a milhares de documentos ilegalmente.

Kory Lanhofer, advogado da equipa Trump for America (responsável pela transição de Donald Trump para a Casa Branca) enviou uma carta ao Congresso a acusar Robert Mueller — procurador responsável por investigar as alegadas interferências russas nas eleições presidenciais de 2016 — de ter acedido a “dezenas de milhares de emails ilegalmente”, avança a Reuters.

Na carta, Langhofer diz que a equipa de Mueller recebeu indevidamente emails da Administração de Serviços Gerais, que pertence ao governo norte-americano, nos quais se incluíam comunicações privilegiadas entre advogados. Sara Sanders, porta-voz da Casa Branca disse à Reuters que “vão continuar a cooperar completamente com o procurador especial e esperar que este processo termine rapidamente”.

A carta pede ao Congresso que atue de imediato “para proteger futuras transições presidenciais de ver os seus documentos privados indevidamente apropriados por agências governamentais, particularmente no contexto de investigações sensíveis com motivos políticos”. Langhofer escreveu na carta que descobriu que Mueller tinha acedido aos emails de forma imprópria a 12 e 13 de dezembro.

A equipa de transição de Donald Trump incluía várias pessoas que foram apanhadas na investigação levada a cabo pelo procurador Robert Mueller, como Michael Flynn, ex-conselheiro para a Segurança Nacional, que assumiu que tinha mentido ao FBI no que dizia respeito aos contactos que tinha estabelecido com a Rússia durante aquele período. (Observador)

por Ana Pimentel

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »