- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques País tem 1.200 igrejas ilegais a exercer, entre elas a islâmica

País tem 1.200 igrejas ilegais a exercer, entre elas a islâmica

Angola tem cerca de 1.200 igrejas ilegais em atividade, entre elas a islâmica, estando reconhecidas apenas 81 confissões religiosas, informaram esta quinta-feira as autoridades angolanas.

A situação foi abordada esta quinta-feira no primeiro encontro de trabalho dos membros da Comissão Interministerial para o Estudo, Tratamento e Implementação das Medidas Tendentes ao Controlo e Acompanhamento do Fenómeno Religioso em Angola.

Segundo o diretor do gabinete jurídico do Ministério da Cultura de Angola, Aguinaldo Cristóvão, a revisão da Lei sobre a Liberdade Religiosa virá responder às inquietações sobre os requisitos para a constituição de uma igreja no país.

“A apresentação de 100 mil assinaturas recolhidas em dois terços do território nacional é um requisito que tem sido avaliado, e a este nível existem já bastantes consensos, sendo que a proposta de revisão da lei vem já resolver esta limitação, porque entende-se que estes requisitos limitam a constituição de algumas confissões religiosas”, referiu o responsável.

Aguinaldo Cristóvão adiantou ainda que no universo das igrejas não reconhecidas pelas autoridades está a religião islâmica.

“A questão do Islão em Angola enquadra-se como o previsto em todas as confissões religiosas, porque o país é laico, até ao momento o Islão ainda não está reconhecido no nosso ordenamento jurídico angolano, quer dizer que eles também aguardam tal como outras que se possa cumprir os requisitos para o seu reconhecimento”, explicou.

Questionado sobre alegados conflitos que envolvem algumas lideranças religiosas a nível do país, Aguinaldo Cristóvão esclareceu que a lei estabelece que as igrejas se regem por instrumentos próprios.

“A Constituição da República estabelece que o país é um Estado laico e os conflitos de liderança de algumas igrejas devem ser resolvidos internamente pelas lideranças, com mecanismos legais extrajudiciais ou judiciais”, frisou.

Da agenda de trabalhos constou a avaliação do estado atual do exercício da liberdade de religião, crença e culto no país, ainda os passos da revisão da Lei sobre Liberdade de Religião, Crença e Culto, bem como o contexto das igrejas reconhecidas e não reconhecidas.

Na abertura da reunião, a ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, valorizou o encontro, tendo assinalado que as autoridades vão continuar a trabalhar “para que o tecido social angolano não seja beliscado por práticas ou comportamentos externos, que são contrários à idiossincrasia do povo angolano, aos usos e costumes”.

Segundo a governante, “a religião é uma atividade intrínseca da sociedade, mas que tem que ter regras, tem que pautar pelo bom senso, prudência e sobretudo pelo respeito pelas autoridades e pela lei”.

Por sua vez, o ministro da Justiça e dos Direitos Humanos, Francisco Queirós, referiu que há uma “articulação perfeita” entre os dois ministérios, no que se refere à gestão das questões religiosas. (Observador)

por Lusa

- Publicidade -
- Publicidade -

Faz 20 anos que José Mourinho se estreou no banco de suplentes como treinador principal

Treinador português conquistou até agora 25 títulos, entre eles duas ligas dos campeões e duas ligas europas. Faz esta quarta-feira 20 anos desde que José...
- Publicidade -

Ministro rejeita ‘herdar’ inquérito de Bolsonaro

Responsável pela decisão que paralisou a investigação sobre suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)...

Manuel Nunes Júnior: “Ajustamento cambial é medida de grande alcance”

O ministro de Estado para a Coordenação Económica, Manuel Nunes Júnior, considerou o ajustamento do mercado cambial como uma medida de grande alcance, que...

Covid-19: Pandemia atinge Academia do Exército

Sete cadetes da Academia Militar do Exército, localizada no município do Lobito, testaram positivo ao coronavírus, nos últimos quatro dias. A província de Benguela tem...

Notícias relacionadas

Faz 20 anos que José Mourinho se estreou no banco de suplentes como treinador principal

Treinador português conquistou até agora 25 títulos, entre eles duas ligas dos campeões e duas ligas europas. Faz esta quarta-feira 20 anos desde que José...

Ministro rejeita ‘herdar’ inquérito de Bolsonaro

Responsável pela decisão que paralisou a investigação sobre suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)...

Manuel Nunes Júnior: “Ajustamento cambial é medida de grande alcance”

O ministro de Estado para a Coordenação Económica, Manuel Nunes Júnior, considerou o ajustamento do mercado cambial como uma medida de grande alcance, que...

Covid-19: Pandemia atinge Academia do Exército

Sete cadetes da Academia Militar do Exército, localizada no município do Lobito, testaram positivo ao coronavírus, nos últimos quatro dias. A província de Benguela tem...

Junta militar do Mali apela CEDEAO a levantar as sanções

À margem das cerimónias hoje dos 60 anos da independência do Mali, o coronel Assimi Goïta, chefe da junta militar que derrubou há um...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.