Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Cabinda: Detidos 29 activistas de direitos humanos, denuncia Arão Tempo

Arão Tempo acusa o governo angolano de discriminar a população de Cabinda.

Vinte e nove activistas foram detidos, hoje, 16, em Cabinda, quando se mobilizavam para iniciar uma manifestação contra a violação dos direitos humanos, assassinato de civis, corrupção e degradação social.

Arão Bula Tempo, coordenador da campanha, confirma a detenção dos activistas, em entrevista ao nosso correspondente naquela região.

As pessoas foram detidas sem nenhum mandado de captura, diz Tempo.

“Neste momento, há polícia por todo o lado à caça de activistas. Alguns activitas foram torturados,” denuncia Tempo.

Ele acusa o governo angolano de discriminar a população de Cabinda ao impedir a manifestação.

“Não se pode compreender que em Luanda e noutras províncias de Angola são concedidos esses direitos de cidadania, e em Cabinda não se pode manifestar”, reclama o activista.

Para ele, “o problema é a identidade do povo de Cabinda, é o subdesenvolvimento de Cabinda”.

Apesar da repreensão, Tempo diz que nada tem a temer, porque tem na “consciência que o povo tem aspirações de ter a sua autodeterminação, a sua identidade”.

Mas questiona: “Se nos podem prender por causa de uma manifestação o que é que não é possível para esta gente?” (Voa)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »