Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Rio Ave encanta e elimina Benfica da Taça de Portugal

Rio Ave deslumbrou e venceu o atual detentor do título por 2-1, nos oitavos de final da prova Rainha.

sta quarta-feira, o Benfica disse adeus à Taça de Portugal, depois de ter perdido frente ao Rio Ave por 3-2, com Rúben Ribeiro a brilhar na partida.

Desde a dura eliminação da Liga dos Campeões – perdendo todos os jogos na fase de grupos -, o Benfica tem estado com o orgulho ‘ferido’ e um triunfo no Estádio dos Arcos seria um boost importante para as exibições das águias voltarem a ganhar brilho… mas tal não aconteceu.

Águia voou mais alto e inaugurou o marcador

Os pupilos de Rui Vitória entraram fortes e com dinâmica dentro de campo, com vontade de agitar o jogo o quanto antes, porém foi um problema… o Rio Ave também quis mostrar as suas armas logo de início.

Miguel Cardoso já tinha afirmado que o Rio Ave ambiciona chegar à final da prova Rainha e desde o apito inicial que os vila-condenses transportaram o sonho do seu treinador para dentro das quatro linhas.

A equipa da casa não teve medo de segurar a bola e de partir para o ataque e procurar fazer o maior número de danos à baliza de Bruno Varela. Pelo menos em duas ocasiões o Rio Ave provocou grande perigo ao Benfica – com Guedes a ser o grande protagonista -, porém, a finalização não estava afinada e o último passe por vezes não saía bem.

Mas bastou as águias acelerarem um pouco o seu setor ofensivo para chegar ao tão desejado golo. O tento surgiu através de Jonas, que recebeu a bola à entrada da área adversária e, sem o esférico tocar no chão, disparou para o fundo das redes.

A primeira parte terminou com um uma vantagem no marcador para os encarnados, mas o primeiro período foi muito disputado entre ambas as equipas.

Duelo intenso terminou empatado e foi obrigado a prolongamento

No segundo tempo, o Rio Ave melhorou o seu rendimento substancialmente e logo à passagem do minuto 47, Lionn aproveitou um erro defensivo de Cervi e igualou o resultado, levando o Estádio dos Arcos à loucura.

A partir do tento do emblema da casa, o Benfica entrou em desnorte e deixou-se levar pelo adversário, o que permitiu à turma de Miguel Cardoso chegar à reviravolta, com uma jogada capaz de lembrar Lionel Messi, Rúben Ribeiro fez o golo.

Em desvantagem no marcador, os encarnados foram atrás do prejuízo, apostando em transições rápida – reforçado com a entrada de Jiménez – e lances de 1×1, porém, com essa mudança tática, a equipa perdeu coesão no meio-campo e na defesa, deixando assim fragilidades que os vila-condenses poderiam aproveitar.

Apesar das fragilidades demonstradas nos setores mais recuados, o Benfica conseguiu criar muito perigo à baliza de Cássio. Aliás, depois de uma sucessão de ataques, Jonas sofreu uma falta dentro de área e o árbitro assinalou uma grande penalidade… que o avançado brasileiro não foi capaz de concretizar (nunca antes visto nas águias).

Mesmo com a oportunidade desperdiçada, o capitão Luisão não baixou os braços e aos 88 minutos subiu aos céus e cabeceou para o fundo das redes, fazendo o golo da igualdade.

Até ao fim dos 90 minutos, o resultado foi-se mantendo e a partida foi ‘obrigada’ a ir para o prolongamento.

Vila-condenenses mostraram perseverança e levaram a melhor sobre o Benfica

Após uma segunda parte de loucos, o prolongamento deu seguimento ao frenetismo e o conjunto da casa vestiu-se de gala e fez uma meia hora de grande qualidade e concentração.

Mal o juiz da partida apitou, o Rio Ave antecipou-se aos forasteiros e voltou a colocar-se em vantagem no marcador, com ajuda de Guedes – que fez uma partida muito consistente.

Com cansaço e pouco discernimento dos homens de Rui Vitória, o conjunto não foi capaz de virar o mau resultado e acabou mesmo por perder o encontro.

Com esta derrota, o Benfica disse adeus da Taça de Portugal e fica aredada de mais uma competição, depois de ter caído na fase de grupos da Liga dos Campeões.

Neste momento, o clube da luz está inserido em apenas duas competições: A Liga portuguesa e a Taça da Liga.

Momento do jogo: Golo de Guedes no início do prolongamento foi o grande destaque da partida. O remate certeiro do jogador vila-condense foi determinante para derrubar o Benfica nos oitavos de final da prova Rainha. (Desporto ao Minuto)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »