- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Ásia Historiador acredita que avião da Malaysia Airlines está na Antártida

Historiador acredita que avião da Malaysia Airlines está na Antártida

O historiador defende que o avião foi sequestrado remotamente.

Como é que um avião que transportava 239 passageiros, de Kuala Lumpur para Pequim, desaparece inexplicavelmente? É um mistério que ainda não foi resolvido.

Tudo o que foi encontrado até agora relativamente ao voo MH370 não permite desvendar, ainda, o que efetivamente aconteceu. Os relatórios indicam o percurso do avião da Malaysia Airlines quando, sem que nada o fizesse prever, se afastou de oeste para leste, longe de seu destino da China em 8 de março de 2014.

Foram feitas pesquisas subaquáticas em larga escala focadas no Oceano Índico, perto da Austrália, onde se acreditava originalmente que o avião tivesse caído. Mas, até ao momento, não há qualquer vestígio das pessoas a bordo.

Norman Davies, historiador e autor, acredita que o Boeing 777 possa ter planado durante várias horas e pousado na Antártida – o local perfeito para esconder um avião, onde poderia ser enterrado sob a camada de gelo por décadas.

De facto, a tecnologia a bordo, projetada para impedir uma repetição do ataque terrorista como o do 11 de Setembro, pode significar que o desaparecimento do MH370 se tenha devido a ‘skyjacking’.

De acordo com a informação divulgada pelo britânico Mirror, o avião estava equipado com o piloto automático Boeing Honeywell Un-interruptible, projetado para ser instalado em aviões desde o ataque às torres gémeas, para que estes pudessem ser controlados remotamente pelas autoridades em caso de sequestro a bordo.

Por isso, Norman Davies acredita que tenha existido um sequestro remoto do avião de Kuala Lumpur e que este possa estar na Antártida. (Notícias ao Minuto)

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais 4 mortes e 425 casos de Covid-19 em Portugal nas últimas 24 horas

A Direcção-Geral da Saúde (DGS) anunciou esta segunda-feira a existência de um total de 1.957 mortes e 74.029 casos de covid-19 em Portugal desde...
- Publicidade -

Actriz japonesa de ‘O Chamado’, Yuko Takeuchi é encontrada morta em casa

A premiada actriz japonesa Yuko Takeuchi, 40, foi encontrada morta em sua casa, em Tóquio, na manhã deste domingo (27), por seu marido, o...

Jogador cai de falésia de 40 metros e está em estado crítico

Carlitos, jogador do DOXA que, em Portugal, representou Benfica, Estoril e Sintrense, encontra-se, neste momento, em estado crítico depois de ter caído de uma...

Última Hora: Morreu o coreógrafo Jorge Salavisa

Morreu Jorge Salavisa. Coreógrafo que foi também bailarino, professor e director artístico. Foi director da Companhia Nacional de Bailado (CNB) e presidente da Opart -...

Notícias relacionadas

Mais 4 mortes e 425 casos de Covid-19 em Portugal nas últimas 24 horas

A Direcção-Geral da Saúde (DGS) anunciou esta segunda-feira a existência de um total de 1.957 mortes e 74.029 casos de covid-19 em Portugal desde...

Actriz japonesa de ‘O Chamado’, Yuko Takeuchi é encontrada morta em casa

A premiada actriz japonesa Yuko Takeuchi, 40, foi encontrada morta em sua casa, em Tóquio, na manhã deste domingo (27), por seu marido, o...

Jogador cai de falésia de 40 metros e está em estado crítico

Carlitos, jogador do DOXA que, em Portugal, representou Benfica, Estoril e Sintrense, encontra-se, neste momento, em estado crítico depois de ter caído de uma...

Última Hora: Morreu o coreógrafo Jorge Salavisa

Morreu Jorge Salavisa. Coreógrafo que foi também bailarino, professor e director artístico. Foi director da Companhia Nacional de Bailado (CNB) e presidente da Opart -...

MPLA incentiva divulgação da obra de Agostinho Neto

Os participantes da "Mesa redonda sobre a dimensão politica e cultural de Agostinho Neto" incentivaram, este sábado, à sociedade para uma maior divulgação e...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.