Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Cabinda e Lunda Norte com presença garantida na Feira do Dondo

As províncias de Cabinda e da Lunda Norte, com dois e cinco expositores, respectivamente, têm presença garantira na edição 2017 da Feira do Dondo, com amostra das principais peças de arte que representam as culturas Cokwe e Fiote.

O evento, que tem lugar de 15 a 17 deste mês na histórica vila do Dondo, capital do município de Cambambe (Cuanza Norte), contará também com as participações de expositores de Luanda, Uíge, Cuanza Sul e Malanje.

Num total de 65 expositores, mais sete em relação a edição passada, vão mostrar as potencialidades culturais das regiões em causa.

O objectivo é promover maior representatividade da cultura nacional, tendo em conta a dimensão já alcançada pela feira, no quadro do resgate da história do reino do Ndongo.

O programa de actividades da Feira do Dondo tem reservado a realização de diversas iniciativas culturais e desportivas, tais como exposição de produtos de artesanato, conferências, lançamento de livros, regata de canoagem tradicional, excursões a locais e sítios históricos da cidade do Dondo, entre outras.

A Feira do Dondo constituiu numa marca que tem por finalidade a reconstituição da história, essencialmente do corredor do Kwanza, como principal via de penetração colonial ao interior do país.

O governo da província e o Ministério da Cultura pretendem com o evento desencadear uma acção diplomática, por via da sua divulgação, tendo em vista a intenção de Angola, em inscrever o corredor do Kwanza, como património da humanidade.

Além da reconstituição da história, a Feira do Dondo se revela como uma verdadeira fonte de rendimentos para os fazedores de artes, o que implica a sua realização anual para estimular o surgimento de novos criadores, para o enriquecimento da cultura no país.

A Feira do Dondo surge num momento em que se pretende reconstituir a histórica sobre o entreposto comercial desta região, transformando-a num roteiro turístico e cultural que passa pelos sítios e lugares de memórias.

A Feira do Dondo, que conjuga história, cultura, turismo e negócios, realiza-se ainda num contexto em que o país está mobilizado para a realização de novos desafios nomeadamente os do enaltecimento dos valores culturais morais e cívicos e uma atenção particular à variável económica da cultura. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »