Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Encerramento do ciclo formativo destaque social

O encerramento do ciclo formativo 2017 do Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social constitui o destaque do noticiário social da semana que hoje, sábado, finda.

Neste contexto, o titular da pasta, Jesus Maiato, ao discursar na cerimónia afirmou que a aposta na valorização do capital humano e na promoção do emprego qualificado e remunerado constitui pilares do Executivo angolano no sector da formação profissional para o período 2017/2022.

Afirmou ainda que os centros de formação privados são um importante e incontornáveis parceiros do Executivo e fazem parte do sistema nacional de formação profissional.

Mereceu igualmente destaque ao longo da semana, a realização do 1º whorkshop de reflexão sobre estigma e discriminação nos direitos humanos, numa iniciativa da União Europeia, Onusida e Ansaso.

Neste evento, o representante residente da Organização das Nações Unidas, Paolo Ballotelli, deu a conhecer que a instituição que representa compromete-se em apoiar Angola na tomada de acções multissectoriais coordenadas para eliminar a discriminação contra as pessoas que vivem com Vih/Sida.

Reconheceu que a discriminação no âmbito do Vih/Sida é um obstáculo para se alcançar os objectivos de desenvolvimento sustentável.

Neste contexto, a ONU têm apoiado Angola em acelerar as prioridades da declaração política de 2016 sobre o VIH e direitos humanos, através da redução de novas infecções em adolescentes, redução do estigma e discriminação, mitigação do impacto entre populações chave e em melhorar a comunicação e a coordenação de uma resposta multissectorial.

No mesmo diapasão, o director nacional dos Direitos Humanos , José Silva, considerou que a ausência de cultura de denúncia por parte da população tem contribuído para os casos de discriminação e estigma contra as pessoas portadoras de VIH/Sida.

Mereceu também destaque a visita que o governador provincial de Luanda efectuou a futura morgue do bairro Kapalanga, no município de Viana, onde constatou que o seu estado actual, cujas obras iniciaram em 2011 e paralisaram um ano mais tarde, é desolador.

Já sexta-feira, a Direcção de Comunicação Institucional e de Informação do Ministério da Saúde anunciou a deslocação, neste sábado, da ministra da Saúde, Silvia Lutucuta, à província da Lunda Norte, onde vai avaliar e acompanhar a situação do surto epidémico de malária. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »