Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Cunene: Jovens angolanos na malha da rede de tráfico humano na Namíbia

Efectivos da Polícia Nacional na província do Cunene, impenderam no decurso da semana, em Ondjiva o tráfico de 16 cidadãos angolanos, que tinham como destino a República da Namíbia.

O facto foi avançado neste sábado pelo porta-voz da corporação, intendente Nicolau Tuvecalela, realçando que o caso ocorreu no mercado informal de Oshamukuio , quando quatro cidadãos de nacionalidade namibiana, a bordo de uma viatura, transportavam de forma astuciosa 16 nacionais com idades compreendidas entre os 33 aos 8 anos.

Segundo a fonte os autores já detidos alegam que pretendiam leva-los a Namíbia com pretexto de emprega-los nos sectores da agricultura, pecuária, construção, comércio, exploração mineira e no trabalho doméstico.

Apesar de reconhecer que os casos de tráfico de pessoas, não estar propriamente associados a suspeitas de tráfico de seres humanos, o oficial disse haver denúncias da população, sobre a existência de namibianos com auxílio de nacionais, a traficar jovens angolanos para prestarem serviços em algumas fazendas do norte da Namíbia.

Informou que durante o período em causa foram registados 19 crimes de natureza diversa, mais dois em relação ao período anterior, dos quais 17 esclarecidos, permitindo a detenção de 20 cidadãos de origem e ocupação social diversa.

Os crimes ocorridos nos municípios de Cuanhama, Namacunde, Cahama, Curoca e Ombadja, consubstanciaram-se no tráfico de pessoas, homicídios, tentativa de violação, posse e uso de estupefaciente, ameaça com arma de fogo, ofensas corporais, furto e roubo.

Quanto a sinistralidade rodoviária, registou-se três acidentes por despiste e colisão entre veículo automóvel, ocorrido no município da Cahama e Cuanhama e que teve como consequência dois feridos. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »