Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

MP abriu 2.204 inquéritos sobre corrupção e criminalidade conexa

O Ministério Público iniciou 2.204 inquéritos relativos a crimes de corrupção e criminalidade conexa no último ano judicial, o que representa um acréscimo de 21% relativamente ao ano anterior, tendo sido deduzidas 160 acusações.

Segundo o Relatório Síntese 2014-2016 sobre Corrupção e Criminalidade Conexa da Procuradoria-Geral da República (PGR), entre 01 de setembro de 2016 e 31 de agosto de 2017 foram registados 2.204 inquéritos, enquanto no ano anterior, de 2015/2016, foram registados 1.741 inquéritos.

Dos 2.204 inquéritos, 861 foram iniciados por corrupção, 548 por abuso de poder, 424 por peculato e 202 por branqueamento de capitais.

“No ano em consideração verificou-se um maior número de inquéritos iniciados para investigação de crime de corrupção (39,1%), de crime de abuso de poder (24,9%) e de crime de peculato (19,2%)”, refere o relatório.

Em relação aos processos encerrados em 2016/2017, foram deduzidas 160 acusações e arquivados 1.061 inquéritos, tendo sido aplicado o instituto da suspensão provisória do processo em 17 inquéritos.

“O que significa que em 14,4%, dos inquéritos encerrados, foi exercida a ação penal pelo Ministério Público”, salienta o documento.

No último ano judicial, o maior número de acusações teve lugar pelo crime de peculato, correspondendo a 54,4% do total. O maior número de suspensões provisórias teve lugar pelo crime de corrupção, com 11 inquéritos, correspondendo a 64,7% do total.

No ano anterior, 2015/2016, tinham sido deduzidas 154 acusações e arquivados 942 inquéritos, com a aplicação do instituto da suspensão provisória do processo em 73 inquéritos.

Sábado assinala-se o Dia Internacional contra a corrupção. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »