Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Conselho de Segurança da ONU vai reunir de urgência na sexta-feira

O Conselho de Segurança da ONU vai reunir-se de urgência na sexta-feira, depois de Donald Trump ter reconhecido Jerusalém como a capital de Israel, anunciou hoje a presidência japonesa do órgão.

Segundo fonte da presidência japonesa do Conselho de Segurança, citada pela agência France Press, vão ser discutidos outros assuntos durante a reunião, com a questão de Jerusalém a ser abordada, ao que tudo indica, no final do encontro.

Oito países que estão contra a decisão do presidente dos Estados Unidos solicitaram o encontro de urgência do Conselho de Segurança ao Japão, que preside este mês o órgão, pedindo que António Guterres, secretário-geral da ONU, que informe os 15 membros do conselho.

Os oito países que solicitaram a reunião foram a Bolívia, Egito, França, Itália, Senegal, Suécia, Reino Unido e Uruguai.

António Guterres disse hoje que a paz no Médio Oriente só será possível concretizando a visão de dois estados, com Jerusalém como a capital de ambos, Israel e a Palestina.

Numa declaração que durou cerca de dois minutos, Guterres disse que só “concretizando a visão de dois estados a viver lado a lado, em paz, segurança e reconhecimento mútuo, com Jerusalém como a capital de Israel e da Palestina” é que “as aspirações legítimas de ambos os povos serão alcançadas.”

“Quero deixar isto bem claro: não há alternativa para a solução de dois estados. Não há plano B”, garantiu o secretário-geral.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconheceu hoje Jerusalém como capital de Israel, afirmando que “há muito que já deveria ter sido tomada” esta decisão.

O anúncio feito por Donald Trump representa uma rotura com décadas de neutralidade da diplomacia norte-americana na questão israelo-palestiniana.

Trump também anunciou que vai dar ordens ao Departamento de Estado para mudar a embaixada dos EUA de Telavive para Jerusalém. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »