InicioMundoÁfricaMali: Presidente do tribunal de Nono raptado aparece em vídeo

Mali: Presidente do tribunal de Nono raptado aparece em vídeo

O presidente do tribunal de instância da localidade de Nono, no centro do Mali, raptado em meados de Novembro, por homens armados, apareceu nesta terça-feira, num vídeo, onde anuncia as condições para sua libertação, das quais a liberdade para os jihadistas detidos no país, noticiou a AFP.

“Sou o juiz Soungalo Koné, seqüestrado em Niono”, disse, aparentemente sob controlo dos seus raptores, aos quais não menciona, no início desse vídeo de seis minutos dirigido a sua família e difundido nas redes sociais

Após ter recitado alguns versos do Corão, o mesmo solicita em língua local bambara ao governo maliano para “libertar os jihadistas detidos nas prisões” e “a aplicação da lei da charia” no país, afim de obter a sua própria libertação.

Um militar maliano feito prisioneiro durante uma emboscada levado a cabo por presumíveis jihadistas, aparece também no mesmo vídeo, apresentando as mesmas exigências que o juíz.

Koné foi seqüestrado na noite de 16 para 17 de Novembro, por “homens armados que se faziam transportar num veículo branco” em sua casa em Niono, 340 quilómetros a nordeste da capital Bamako, de acordo com um fonte da polícia local A 31 de Outubro, o deputado e presidente do Alto tribunal de Justiça do Mali,
Abdrahamane Niang, escapou-se de uma emboscada visando um comboio na região vizinha de Mopti.

O seu motorista tinha sido morto por “jihadistas”, de acordo com uma fonte militar, enquanto que cinco soldados que os prestavam socorro perderam a vida na explosão de seu veículo através de uma mina.

O Norte do Mali caiu em Março-Abril, de 2012, sob alçada de grupos islamitas ligados à Al-Qaida. Esses grupos foram na sua maioria rechaçados por uma intervenção militar internacional, lançada em Janeiro de 2013, por iniciativa da França, que ainda está em curso. (Angop)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.