- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Angola e Moçambique com mais mortes por malária entre os lusófonos, alerta...

Angola e Moçambique com mais mortes por malária entre os lusófonos, alerta OMS

A Organização Mundial da Saúde (OMS) revela que Angola e Moçambique estão entre os 15 países onde houve 80% das mortes por malária em 2016.

Em território angolano, mais de 15,9 mil pessoas morreram no ano passado dos 7,6 milhões de pacientes. O número equivale a 3 % das infecções em países com mais casos fatais”, revela um relatório da OMS divulgado esta semana em Genebra.

Segundo o documento, em Moçambique, pelo menos 1.865 pessoas perderam a vida por causa da malária entre os mais de 15,4 milhões de casos registados no ano passado. O número corresponde a 4% das vítimas da infecção nos países mais afectados.

A malária provocou a morte de 191 pessoas na Guiné-Bissau. Entretanto, o relatório regista números mais baixos em Cabo Verde onde uma pessoa perdeu a vida dos mais de 8,3 mil pacientes.

São Tomé e Príncipe não notifica casos de malária desde 2014. O mesmo acontece com Timor-Leste onde há dois anos não ocorrem mortes por causa da malária.

Já no Brasil, houve 37 óbitos registados entre os mais de 1,3 milhão de casos, deixando de ser o país com o maior fardo da doença nas Américas.

Segundo dados mais recentes das autoridades sanitárias do país, a malária causa anualmente, em Angola, a morte a quase nove mil pessoas e cerca de três milhões de casos são registados todos os anos.

As zonas do norte de Angola continuam a ser as mais afectadas devido às suas características geográficas, sendo as regiões mais endémicas as províncias de Cabinda, Zaire, Uíge, Cuanza Norte e Cuanza Sul, Malange, e as Lundas Norte e Sul. (Novo Jornal Online)

- Publicidade -
- Publicidade -

Portugal, país euroafricano

Portugal é há muito um país euroafricano não assumido. Vozes como a da historiadora e professora Isabel de Castro Henriques, que estudam as marcas...
- Publicidade -

Reflexões sobre o calendário escolar

Após a realização do diagnóstico sobre o rendimento do Subsistema do Ensino de Base, em 1986, os primeiros sinais de mudança de uma economia...

De números desconhecidos: Burlas por telefone na calada da noite

Edson Cadete disse que alguns amigos aconselharam-no a retomar as chamadas e outros o desencorajaram a fazê-lo. Nós últimos dias cresce o número de pessoas...

Zangam-se as Comadres, Descobrem-se as Verdades!

Empresários nacionais em 2012, segundo o Confidence News, já o denunciavam como sendo, o “homem do Presidente”. Edeltrudes Costa de seu nome, foi vice...

Notícias relacionadas

Portugal, país euroafricano

Portugal é há muito um país euroafricano não assumido. Vozes como a da historiadora e professora Isabel de Castro Henriques, que estudam as marcas...

Reflexões sobre o calendário escolar

Após a realização do diagnóstico sobre o rendimento do Subsistema do Ensino de Base, em 1986, os primeiros sinais de mudança de uma economia...

De números desconhecidos: Burlas por telefone na calada da noite

Edson Cadete disse que alguns amigos aconselharam-no a retomar as chamadas e outros o desencorajaram a fazê-lo. Nós últimos dias cresce o número de pessoas...

Zangam-se as Comadres, Descobrem-se as Verdades!

Empresários nacionais em 2012, segundo o Confidence News, já o denunciavam como sendo, o “homem do Presidente”. Edeltrudes Costa de seu nome, foi vice...

FinCEN Files. Como os grandes bancos facilitaram milhares de milhões de dólares em transferências para criminosos

Mais de dois mil relatórios bancários confidenciais obtidos pelo BuzzFeed News e partilhados com o Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (ICIJ), do qual...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.