- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Inadec apreende queijo com prazo de caducidade adulterado

Inadec apreende queijo com prazo de caducidade adulterado

O Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (Inadec) apreendeu nesta quinta-feira em Luanda, grandes quantidades de queijo da marca MIMOSA, pertencente ao LOTE: 1CBO1070PP, com data de caducidade adulterada.

De acordo com uma nota de imprensa da instituição de defesa do consumidor chegada hoje à Angop, o queijo apreendido estava a ser comercializado pela empresa 3M – Angola, localizada na rua Comandante Arguelles S/N, no bairro Prenda, Distrito Urbano da Maianga.

O referido produto, cuja data de validade se encontra expirada desde o dia 11de Junho de 2017, foi encontrado por uma equipa de fiscalização do Inadec, após uma denúncia anónima, tendo esta Instituição desencadeado de imediato o competente procedimento administrativo de suspensão da sua comercialização.

Por esta razão, o Inadec desaconselha o consumo do queijo da marca e lote em referência, dado que o vendedor realizava a sua comercialização até a data da apreensão.

Nesta conformidade, o Inadec e o Gabinete de Inspecção Geral do Comércio procederam nesta sexta-feira uma nova visita ao local, visando a aferição das demais condições de exercício da actividade comercial no estabelecimento, para salvaguarda dos direitos dos consumidores.

A equipa de fiscalização deslocou-se para a referida loja e constatou o facto e abriu o devido processo de infracção e procedeu à apreensão da mercadoria, constituindo o logista seu fiel depositário.

Ao ser inquerido o logista, acrescenta a nota do Inadec, afirmou que adquirira o produto de um fornecedor que, por sua vez, o adquirira no mercado dos Kwanzas. (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -

[Análise] Como estão os líderes empresariais africanos a lidar com a crise do coronavírus?

Pessimismo no futuro imediato, mas confiança no futuro do continente a longo prazo: esta é a conclusão da segunda edição do barómetro sobre o...
- Publicidade -

China garante que OMS deu aval ao uso de vacinas que ainda estão em estudo

As autoridades chinesas dizem que a Organização Mundial da Saúde deu apoio e aceitou a administração de vacinas experimentais que estão a ser desenvolvidas...

Covid-19: Grupo de 34 reclusos infetados foge de prisão no Brasil

Um grupo de 34 presos, infetados com covid-19, fugiu esta terça-feira através de um túnel de uma prisão no Brasil, com graves problemas de...

Zimbabwe aceita devolver terras a fazendeiros brancos

O Governo zimbabweano está a elaborar um plano para possibilitar a devolução, a milhares de fazendeiros brancos, das terras que lhes foram violentamente retiradas...

Notícias relacionadas

[Análise] Como estão os líderes empresariais africanos a lidar com a crise do coronavírus?

Pessimismo no futuro imediato, mas confiança no futuro do continente a longo prazo: esta é a conclusão da segunda edição do barómetro sobre o...

China garante que OMS deu aval ao uso de vacinas que ainda estão em estudo

As autoridades chinesas dizem que a Organização Mundial da Saúde deu apoio e aceitou a administração de vacinas experimentais que estão a ser desenvolvidas...

Covid-19: Grupo de 34 reclusos infetados foge de prisão no Brasil

Um grupo de 34 presos, infetados com covid-19, fugiu esta terça-feira através de um túnel de uma prisão no Brasil, com graves problemas de...

Zimbabwe aceita devolver terras a fazendeiros brancos

O Governo zimbabweano está a elaborar um plano para possibilitar a devolução, a milhares de fazendeiros brancos, das terras que lhes foram violentamente retiradas...

Inacom e parceiros criam plataforma de diálogo

O Instituto Angolano das Comunicações (INACOM), as operadoras e as associações dos consumidores, decidiram, a partir desta quinta-feira, em Luanda, a criação de uma...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.