Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Apenas 8 porcento dos imóveis estão inscritos no sistema tributário

Apenas 358 mil e 720 imóveis, ou seja 8% dos quatro milhões e 484 mil imóveis tributáveis, estão inscritos no sistema tributário de imóveis, apesar de haver um aumento da tendência da inscrição voluntária.

Não obstante esta tendência, o director dos Serviços Fiscais da Administração Geral Tributária, Júlio Londa, admitiu nesta quinta-feira, em declarações à Angop, que estão ainda longe de atingirem os objectivos preconizados, uma situação que poderá ser melhorada nos próximos tempos, com o reforço das campanhas de sensibilização.

Com base nos dados do Censo sobre Habitação e População, referiu que Angola dispõem cerca de quatro milhões e 484 mil imóveis tributáveis.

“Estamos com uma margem muito grande”, admitiu o responsável, sustendo que muitos dos proprietários desses imóveis não pagam o imposto por falta de informação.

“Muitos não compreendem e nem cumprem, não porque tem vontade de fazê-lo, mas porque não estão suficientemente informados”, afirmou.

Um dos desafios da AGT consiste no aumento da consciência fiscal neste domínio, chamando desta feita a colaboração de todos os contribuintes, visto que este imposto tem benefícios para todos.

Segundo a AGT, sempre que possível, a declaração modelo 5 deverá ser acompanhada de documentos que auxiliem na descrição do imóvel, nomeadamente, memória descritiva, planta do imóvel, certidão ou título de propriedade horizontal, contrato promessa de compra e venda, ou ainda termo de quitação.

A ausência dos referidos documentos não impede a inscrição do imóvel, podendo o titular juntar posteriormente.

Os imóveis com valor até cinco milhões de kwanzas ou abaixo deste valor estão isentos do pagamento do Imposto Predial Urbano.

Acima deste valor, e apenas sobre a diferença, aplica-se uma taxa de 0.5%, que pode ser pago em quatro prestações, durante o ano, um valor que pode ficar em dois mil e 500 kwanzas, em cada quota.

Caso não se proceda à liquidação do Imposto Predial Urbano, os contribuintes acumulam dívidas fiscais, que podem dar origem à instauração de um processo de execução fiscal, levando o Estado a cobrar de forma coerciva o imposto em falta.

De Janeiro a Outubro deste ano, a AGT arrecadou 27 mil milhões de kwanzas de Janeiro a Outubro deste ano, mais um por cento em relação o período homólogo de 2016. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »